PDT entra na Justiça pedindo suspensão de parceria Embraer-Boeing

Brasília (DF), 18/08/2016 - avião - Foto, Michael Melo/Metrópoles

O PDT entrou com uma ação na Justiça Federal de Brasília pedindo a suspensão da parceria da Embraer com a Boeing. A ação foi protocolada pelo partido nessa quarta-feira (9/1), e solicita que a Justiça elimine os efeitos da decisão do Conselho de Administração da empresa brasileira que, em dezembro, aprovou a parceria estratégica com a companhia americana.

A legenda pede ainda que o acordo seja submetido ao Congresso Nacional e ao Conselho de Defesa Nacional. O PDT alega que o Judiciário deve fazer com que a União exerça o direito de veto decorrente da detenção de uma “gonden share” na empresa brasileira.

Em nota, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, afirmou que a união das empresas “coloca em risco a soberania nacional, porque prevê, entre outras medidas, a completa transferência de tecnologias fundamentais para segurança nacional.”

A parceria ainda está sujeita à aprovação do governo brasileiro. O presidente Jair Bolsonaro (PSL) já se manifestou favorável ao acordo.

Compartilhe