Pelo Twitter, Trump anuncia morte de líder da Al Qaeda

Pelo Twitter, Trump anuncia morte de líder da Al Qaeda

O presidente norte-americano Donald Trump anunciou neste domingo (6) que as forças de segurança dos Estados Unidos mataram um dos líderes da rede Al Qaeda Yamal al Badawi, suspeito de planejar um ataque contra um navio da marinha americana na costa do Yemen, em 2000. No ataque, 17 soldados norte-americanos morreram.

“Acabamos de matar o líder deste ataque, Yamal al Badawi. Nosso trabalho contra Al Qaeda continua. Nunca nos deteremos em nossa luta contra o terrorismo radical islâmico”, disse Trump em sua conta no Twitter.

Al Badawi estava na lista do FBI “dos terroristas mais procurados” e foi condenado por um juri federal em 2003, por vários crimes de terrorismo incluindo o assassinato de cidadãos e militares norte-americanos. Além disso, foi apontado pelo Pentágono como o idealizador do ataque contra o navia da Marinha norte-americana, na costa da cidade de Aeden, no Yemen, um dos atentados da Al Qaeda contra os EUA que marcou a escalada de ataques anteriores ao das Torres Gêmeas e ao Pentágono, em setembro de 2001.

Trump não deu detalhes sobre como morreu Al Badawi. A rede CNN, no entanto, informou que ele foi morto em primeiro de janeiro, em um ataque aéreo dos Estados Unidos, quando dirigia seu carro no Yemen.

Compartilhe
Previous Maia nega que antecipação de auxílio-mudança tenha relação com reeleição
Next Palocci inicia depoimentos ao MPF sobre desvios em fundos de pensão

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Governo certifica trabalhadores dos municípios de Muritiba e Sapeaçu

Um dos 19 trabalhadores certificados nesta sexta-feira (14), no município de Muritiba, no Recôncavo Baiano, no curso de estamparia de tecidos oferecido pelo Programa Qualifica Bahia, Durval Carvalho, 22 anos,

Política

Marcelo Odebrecht deixa a prisão nesta terça-feira

Marcelo Odebrecht, o megaempresário da construção civil no centro do maior escândalo de corrupção já investigado da história do Brasil, deve  deixar a prisão nesta terça-feira. Preso em junho de

Política

Justiça nega pedido de Eduardo Cunha para suspender divulgação de livro

O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) decidiu, por unanimidade, negar provimento ao recurso impetrado pelo ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) contra a divulgação