Salvador: Blitz de alcoolemia aborda mais de 46 mil condutores em 2018

Salvador: Blitz de alcoolemia aborda mais de 46 mil condutores em 2018

A Transalvador já registrou este ano 46.654 abordagens de agentes da autarquia municipal durante as blitze de alcoolemia realizadas em 2018. Segundo a superintendência, 4.331 motoristas se recusaram a realizar o teste e 134 foram flagrados cometendo crime de trânsito – quando o teor alcoólico é maior ou igual a 0,3mg por litro de ar expelido.

Ainda segundo a pasta, foram emitidos 4.486 autos de infração e 4.214 CNHs foram recolhidas. Neste ano, as equipes da Transalvador abordaram 9,2% a mais em relação ao ano passado: em todo o ano de 2017 foram abordados 42.341 condutores. À época, foram registradas 302 recusas, 40 crimes de trânsito e 5.138 autos de Lei Seca.

A Transalvador ressalta que as blitze continuarão a ser realizadas diariamente durante a alta estação, como já ocorre nos outros períodos do ano. A autarquia busca fazer as operações nos principais eixos e vias com maior velocidade, visando garantir uma redução efetiva do risco de acidentes e na preservação da vida dos cidadãos.

Dirigir sob o efeito de bebidas alcoólicas é infração considerada gravíssima, agravada 10 vezes. A penalidade é multa no valor de R$2.934,70, remoção do veículo e sete pontos na CNH.

Compartilhe
Previous Consórcio Público de Saúde define gestão da Policlínica de Simões Filhos
Next Bolsonaro reúne-se com secretário de Governo e vai ao QG do Exército

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Jutahy Júnior articula recursos para Ibipeba em Brasília

O deputado federal Jutahy Magalhaes Junior (PSDB), recebeu nesta segunda (19) em seu gabinete, em Brasília, o prefeito de Ibipeba, Demóstenes Souza. Também esteve presente na reunião o assessor especial

Notícias

Facebook muda regras e vai identificar “notícias falsas”

O Facebook anunciou mudanças nas regras para as páginas dentro da plataforma. A principal delas é a identificação de publicações consideradas “notícias falsas” e que, em razão disso, têm a

Política

Aumenta as chances de Geddel delatar; Planalto se preocupa

O Palácio do Planalto se preocupa hoje mais com a possibilidade de o ex-ministro Geddel Vieira Lima, preso desde o dia 8, fechar um acordo de delação premiada do que