Moreira Franco avalia reduzir requisito mínimo para mercado de energia

Moreira Franco avalia reduzir requisito mínimo para mercado de energia

O ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, disse que avalia a recomendação de reduzir de 3 megawatts (MW) para 2 MW o requisito mínimo de carga para entrada no mercado livre de eletricidade. A sugestão consta em ofício enviado ontem (4) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Moreira Franco disse que estudará as condições técnicas do pedido, mas adiantou que considera o objetivo geral da proposta da Aneel “extremamente positivo”. A decisão poderá ser publicada por meio de portaria.

Segundo o ministro, o setor elétrico passa por um momento de muita mudança, em que não existem mais os entes totalmente públicos, da geração à distribuição de energia. “Em uma sociedade em que o mercado é livre à concorrência, à competição, à busca de uma melhor qualidade e preço, este modelo não atende mais”, disse Moreira Franco que participou hoje (5) do Seminário Internacional de Comercialização de Energia Elétrica, na capital paulista.

No mercado livre, a aquisição de energia é direto da operadora, sendo permitida a negociação de quantidade, fornecedor, preço e formas de pagamento. Esse ambiente de negócios é permitido apenas para consumidores de alta e média tensão, como indústrias e siderúrgicas.

Compartilhe
Previous Para destravar megaleilão do pré-sal, Congresso quer benefícios
Next Vado Malassombrado é encontrado no bairro de Itapoan

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Desiludido, Tiririca critica Congresso e diz que deve largar a política

No sétimo ano consecutivo de mandato, o deputado Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca (PR-SP), está desiludido com a política e propenso a encerrar a carreira parlamentar em 2018. Um

Política

STF nega pedido de extensão de habeas corpus de Dirceu a Duque

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) negou, nesta terça-feira (30/5), o pedido do ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque de extensão do habeas corpus concedido ao ex-ministro

Notícias

Defesa de Aécio começa a traçar estratégia para recorrer ao STF

O advogado Alberto Zacharias Toron, que defende o presidente nacional licenciado do PSDB, senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), afirmou nesta terça-feira (26/9) que agora pensará em que tipo de medidas