Justiça nega recurso e mantém condenação de Anthony Garotinho

Justiça nega recurso e mantém condenação de Anthony Garotinho

Segunda Turma do Tribunal Regional Federal da 2.ª Região (TRF-2) rejeitou recurso da defesa do ex-governador do Rio Anthony Garotinho (PRP) e manteve sentença a ele imposta de quatro anos e meio de prisão por formação de quadrilha.

Garotinho foi condenado no âmbito da Operação Segurança Pública S.A., deflagrada em 2008 para apurar a nomeação de policiais civis em delegacias da zona oeste do Rio, em esquema de suposto favorecimento ao contrabando de peças para máquinas de apostas e exploração de jogo ilegal, facilitando lavagem de dinheiro.

O ex-governador foi acusado pelo Ministério Público Federal de ser “chefe” do grupo.

Em setembro do ano passado o caso chegou à segunda instância e foi julgado pelo TRF-4, que por unanimidade, condenou Garotinho a quatro anos e seis meses de prisão. Os advogados recorreram para anular a sentença.

De acordo com o desembargador Marcello Garano, relator do caso, não havia contradições ou omissões que justificassem os embargos de declaração da defesa. Acompanharam o magistrado os desembargadores Messod Azulay e Simone Schreiber.

Apesar de esgotados os recursos em segunda instância, Garotinho não deverá ser preso. Em outubro deste ano, o ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski concedeu liminar ao ex-governador impedindo sua prisão até ser esgotadas todas as possibilidades de recurso na Justiça ou até que a Corte volte a discutir a jurisprudência sobre prisão em segunda instância.

Compartilhe
Previous Salvador,: Vereador Vado Malassombrado é considerado desaparecido pela polícia
Next Macri confirma que virá para a posse de Bolsonaro em janeiro

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Regra eleitoral não amplia registro de candidatas nas eleições

Maioria do eleitorado brasileiro, as mulheres continuam representando uma parcela minoritária nas eleições de 2018. Mesmo com uma reserva específica de recursos para as campanhas deste ano, o número de

Política

Serra pede exclusão de depoimentos em inquérito no STF

O senador José Serra (PSDB-SP), alvo de inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) instaurado com base na delação da Odebrecht, pediu à Corte a “exclusão de todos os documentos e

Notícias

Menina chora ao ganhar 1ª festa de aniversário e internet se emociona

Rinah Laís já tem 7 anos, mas apenas no último teve a oportunidade de comemorar o aniversário com uma festinha. Dois refrigerantes, cachorro-quente, bolo caseiro, amigos e a família, em