Conta de luz terá bandeira verde em dezembro, sem cobrança extra

Conta de luz terá bandeira verde em dezembro, sem cobrança extra

A bandeira tarifária para o mês de dezembro será verde, ou seja, sem custo extra para os consumidores de energia elétrica. Desde maio deste ano, a bandeira estava nos patamares amarelo ou vermelho.

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel),  apesar de os reservatórios ainda apresentarem níveis reduzidos, a expectativa é a de que a estação chuvosa continue aumentando o nível de produção de energia pelas hidrelétricas e a recuperação do fator de risco hidrológico (GSF), fatores que impulsionam a queda no Preço de Liquidação de Diferenças (PLD). O GSF e o PLD são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira tarifária a ser acionada.

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado para sinalizar aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica. A adoção de cada bandeira, nas cores verde (sem cobrança extra), amarela e vermelha (patamar 1 e 2), está relacionada aos custos da geração de energia elétrica.

A Aneel alerta que, mesmo com a bandeira verde, é importante manter as ações relacionadas ao uso consciente e combate ao desperdício de energia elétrica

Compartilhe
Previous PGR pede que PT devolva dinheiro gasto com candidatura de Lula
Next Moro anuncia nomes para comandar Coaf e Senad

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Deputado do PT ataca ministros e diz que Supremo “tem de fechar”

O deputado federal Wadih Damous (PT-RJ) afirmou, em vídeo publicado nas redes sociais nesta sexta-feira (13/4), que o Supremo Tribunal Federal tem de ser fechado. O parlamentar, que é ex-presidente

Notícias

Com voto de Mendes, TSE absolve chapa e Temer se livra de deixar o cargo

Com o voto de minerva do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, a corte decidiu, nesta sexta-feira, pela absolvição da cassação a chapa formada pela ex-presidente Dilma Rousseff

Notícias

STJ afasta cobertura de seguro para motorista embriagado envolvido em acidente

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu, por maioria de votos, que o motorista embriagado que se envolver em um acidente com morte pode ser excluído da