Feira de Santana: Câmara aprova projeto que envolve verbas dos precatórios e irrita APLB

Feira de Santana: Câmara aprova projeto que envolve verbas dos precatórios e irrita APLB

A diretoria da APLB está insatisfeita com a aprovação do Projeto de lei 161/2018, de autoria do Poder Executivo, votado em primeira discussão na manhã desta quarta (7) na Câmara Municipal de Feira de Santana.

O projeto autoriza a abertura de crédito adicional especial no valor de R$ 21 milhões e 500 mil, no âmbito da administração municipal. Os recursos são das verbas do processo dos precatórios do Fundef, o que tem irritado a APLB. Em processos judiciais, a APLB tem reivindicado que as verbas dos precatórios sejam rateadas com os professores.

“Fomos surpreendidos pelo Poder Executivo. Os recursos dos Precatórios chegaram e o prefeito Colbert disse que, como colocamos na Justiça, ele não tinha como resolver nada. Ele vinha dizendo que os recursos estavam na Justiça e que ele não ia mexer nos recursos”, reclamou Marlede Oliveira, presidente da APLB.

Em entrevista ao De Olho na Cidade, o prefeito Colbert Martins explicou que não usará as verbas dos precatórios antes de uma decisão da Justiça. “O projeto visa a abrir o orçamento, caso haja uma decisão ainda este ano, pra que os recursos sejam utilizados. Deixamos aberta uma janela orçamentária. Nada a mais que isso”, disse Colbert.

Compartilhe
Previous Município de Jequié registra 57 notificações e 6 mortes relacionadas à Aids em 2018
Next Saiba como votou cada senador na proposta de reajuste salarial do STF

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Rui Costa lança projeto Escolas Culturais em Itabuna

O governador Rui Costa lança, às 16h desta quinta-feira (27), o projeto Escolas Culturais. O ato será realizado no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, na cidade de Itabuna, no sul

Notícias

Hemoba convoca população para doar sangue antes do Réveillon

Com a chegada do fim de ano, a Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba), vinculada à Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), experimenta uma redução acentuada no número

Notícias

Congresso pode votar LDO antes do recesso parlamentar de julho

O Congresso Nacional poderá votar o Projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2018 antes do início do recesso parlamentar de julho. Visando acelerar a discussão e votação da