Equipe de transição discute hoje privatizações e ajuste fiscal

Equipe de transição discute hoje privatizações e ajuste fiscal

A equipe econômica de transição vai se dedicar hoje (8) para discutir privatizações e juste fiscal. O economista Paulo Guedes, confirmado para o superministério da Economia (que englobará Fazenda, Planejamento e Indústria e Comércio) convocou duas reuniões pela manhã e à tarde.

Guedes mencionou ontem (7), durante reunião com o governador eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), o chamado pacto federativo sustentado pelo programa de desestatização, que inclui projetos de concessão, parceria público-privada e privatização. Não foram citados nomes de empresas nem de companhias.

O assunto deverá ser tema de reunião com os governadores eleitos e reeleitos no próximo dia 14, em Brasília, com o presidente eleito Jair Bolsonaro e sua equipe. O objetivo de Guedes é acelerar os processos de privatização.

Ajustes
Há dois dias, Guedes afirmou que “está fora de questão” renegociar a dívida brasileira e que a futura equipe vai trabalhar para fazer reformas e vender ativos para reduzir o endividamento do país. Segundo ele, não é razoável o país gastar bilhões anuais para pagar os juros da dívida.

Para Guedes, há urgência na necessidade de liberar recursos e promover não só no ajuste fiscal, mas também contribuir em setores que se queixam da ausência de recursos.

Política
O ministro extraordinário Onyx Lorenzoni tem reuniões internas com a equipe de transição, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), durante todo o dia. Haverá, ainda, encontros com parlamentares.

Porém, Onyx quer acompanhar de pertos as discussões por eixos temáticos que incluem temas econômicos, políticos e sociais. São 10 frentes de trabalho: desenvolvimento regional; ciência, tecnologia, inovação e comunicação; modernização do estado, economia e comércio exterior; cultura e esportes; Justiça, segurança e combate à corrupção; defesa; infraestrutura; produção sustentável, agricultura e meio ambiente; saúde e assistência social.

Compartilhe
Previous Viaduto que liga Rua das Locadoras à Estrada do Coco é liberado
Next Bolsonaro negocia reforma da Previdência com parlamentares

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Brasil cria 61,1 mil empregos em fevereiro, 0,16% a mais do que em janeiro

O mercado formal de trabalho brasileiro abriu 61.188 novos postos em fevereiro de 2018. O número é 0,16% superior ao de janeiro e também representa o melhor resultado para o

Política

Coronel critica criminalização da atividade política em encontro da UVB

O presidente da Assembleia Legislativa (ALBA), Angelo Coronel (PSD), participou nesta quarta-feira (6), em Serrinha, de reunião com cerca de 580 vereadores de 120 municípios baianos, no Encontro Baiano de

Política

Câmara aprova projeto de recuperação fiscal de estados endividados

Após concluir a apreciação dos destaques apresentados ao Projeto de Lei (PL) 343/17, a Câmara dos Deputados concluiu a votação da proposta que trata da recuperação fiscal dos estados superendividados.