“Quem fugiu da disputa com medo de perder o foro foi Wagner”, diz Azi

“Quem fugiu da disputa com medo de perder o foro foi Wagner”, diz Azi

O deputado federal Paulo Azi (DEM) reagiu aos ataques feitos pelo ex-governador Jaques Wagner (PT) ao prefeito ACM Neto, durante coletiva realizada hoje. “Primeiro que quem fugiu da disputa foi Wagner que, convocado pelo presidiário Lula para ser o candidato petista à presidência da República, recusou com medo de perder a eleição, o foro privilegiado e ser preso a qualquer momento”, declarou o parlamentar.

O democrata lembrou que o ex-governador baiano é um dos alvos da Operação Lava Jato. “Ele que está sendo investigado pela Lava Jato por corrupção e ganhou relógios de presente de empreiteiro sustentado pelo contrário milionário da Fonte Nova e outras benesses investigadas. Aliás, como ainda não tomou posse como senador, pode ser preso a qualquer momento, como tem acontecido com ex-governador Brasil adentro”, afirmou o democrata.

Azi disse que o principal projeto político de Wagner como coordenador da campanha de Fernando Haddad (PT) à Presidência é garantir o indulto aos presos na Operação Lava Jato.”O prefeito ACM Neto, ao contrário de Wagner, faz política com seriedade, ética e postura. Não é denunciado, não responde a qualquer investigação por corrupção e não se corrompeu ou foi corrompido. Aliás, por isso que nós do Democratas nunca poderíamos apoiar este projeto nefasto para o país que é representado por Haddad e pelo PT”, declarou o deputado.

Compartilhe
Previous Bolsonaro diz que não perdoa agressor e quer que ele "mofe na cadeia"
Next ACM Neto declara apoio a Jair Bolsonaro e destaca crescimento do Democratas

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Mundo

Theresa May descarta renúncia, após perder maioria absoluta no Parlamento

A primeira-ministra do Reino Unido, a conservadora Theresa May, não tem a intenção de renunciar, divulgou nesta sexta-feira (9) a emissora pública BBC. Ela perdeu, nas eleições de ontem (8),

Notícias

Anatel bloqueia 9,1 milhões de celulares por roubo, furto ou perda

Mais de nove milhões de celulares foram bloqueados em todo o país no mês de novembro. Os números constam no Cadastro Nacional de Estações Móveis Impedidas (Cemi) e foram divulgados

Notícias

Em mensagem ao STF, Moro defende prisão de Palocci

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância em Curitiba, enviou hoje (10) uma manifestação ao Supremo Tribunal Federal (STF) para defender que o ex-ministro