Após polêmica, Anitta entra na campanha #elenão: ”a favor da democracia”

Após polêmica, Anitta entra na campanha #elenão: ”a favor da democracia”

Após sofrer críticas de fãs, a cantora Anitta publicou, neste domingo (23), um vídeo no qual ela afirma não apoiar a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) e entrou no movimento “#elenão”. “Fui desafiada pela Daniela Mercury a apoiar o movimento da hashtag “ele não”. Quero aproveitar essa oportunidade para deixar claro para vocês de uma vez por todas que eu não apoio o candidato Bolsonaro”, disse.
Além disso, Anitta afirmou que “em momento nenhum” desmereceu o movimento #EleNão e que “só quis dizer que além de se posicionar com hashtag a gente pode fazer durante a vida, nas nossas atitudes durante a vida que mostram nossa luta contra o preconceito, contra o machismo, racismo homofobia”. “Como sou a favor da democracia, apoio sim o uso da hashtag ‘ele não’”, concluiu.
Seguindo o “desafio” que está acontecendo nas redes sociais, Anitta ainda pediu para que Ivete Sangalo, Cláudia Leite e Preta Gil se posicionem sobre o uso da hashtag contrária à campanha de Bolsonaro.
Na última quarta-feira (19), Anitta afirmou no perfil do Twitter dela que “é um direito meu não querer opinar sobre política e eu só estou exercendo esse direito”, em resposta às críticas que estava sofrendo. Durante esse dia, a hashtag #AnittaPartyIsOver, na qual fãs e críticos da cantora se manifestaram contra o não posicionamento dela, ficou entre os assuntos mais comentados no país.
Compartilhe
Previous Presidenciáveis não apontam novas fontes de recursos para a saúde
Next Bolsonaro tem 33% dos votos e Haddad vai de 16% para 23%, isolando-se em 2º lugar, mostra pesquisa

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Câmara aprova suspensão de CNH para motoristas envolvidos em contrabando

A Câmara dos Deputados aprovou nesta segunda-feira(6) o Projeto de Lei 1.530/15 que prevê a pena de cassação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para o condutor condenado por dirigir

Política

Chefe de gabinete do Ministério do Trabalho pede exoneração

Solto na madrugada desta terça-feira(10), o chefe de gabinete do ex-ministro do Trabalho Helton Yomura, Júlio de Souza Bernardes, pediu exoneração do cargo. Já em seu apartamento em Brasília, ele

Notícias

Avenida Magalhães Neto terá plantio de 100 árvores neste domingo

Cem mudas de ipês nas cores amarelo, branco, rosa e roxo serão plantadas ao longo do canteiro central da Avenida Magalhães Neto, na Pituba, neste domingo (29). A ação será