Nordeste concentra maioria dos que não buscam mais emprego

Seis em cada dez trabalhadores brasileiros desalentados (que desistiram de procurar emprego) estão no Nordeste, segundo levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgado nesta quinta-feira (20).
O desalento no Nordeste é expressivamente maior do que o observado em outras regiões do país. O Sudeste abarca 21,4% dos desalentados do país, seguido pela região Norte (10,9%). A população desalentada é definida como aquela desistiu de procurar trabalho e está fora da força de trabalho por uma das seguintes razões: não consegue trabalho adequado, ou não tem experiência ou qualificação, ou é considerado muito jovem ou idosa, ou porque não há trabalho na região – e que, se tivesse oferta de trabalho, estaria disponível para assumir a vaga.
Os dados do estudo do Ipea se referem ao segundo trimestre deste ano e foram compilados com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad). Entre abril e junho, a quantidade de desalentados no país era de 4,8 milhões.
Compartilhe