Trump impõe tarifa de 10% sobre US$ 200 bi em bens chineses

Trump impõe tarifa de 10% sobre US$ 200 bi em bens chineses

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta segunda-feira (17/9) tarifas de 10% sobre o valor de US$ 200 bilhões em importações chinesas. E esses custos aumentarão para 25% no início de 2019.

De acordo com comunicado do presidente norte-americano, as tarifas de 10% terão início a partir do dia 24 de setembro. No dia 1º de janeiro de 2019, elas subirão para 25%. Além disso, “se a China tomar medidas de retaliação contra nossos agricultores ou outras indústrias, imediatamente buscaremos a fase três: tarifas adicionais sobre aproximadamente US$ 267 bilhões de importações”.

Segundo Trump, a China está envolvida em inúmeras políticas e práticas injustas relacionadas à tecnologia e à propriedade intelectual dos Estados Unidos, como forçar as empresas norte-americanas a transferir tecnologia para as contrapartes chinesas, e o país não está disposto a mudar suas práticas.

Mesmo após as tarifas, “a China se recusa a mudar suas práticas e, de fato, recentemente impôs novas tarifas em um esforço para prejudicar a economia dos Estados Unidos”, apontou Trump.

“Peço aos líderes da China que tomem medidas rápidas para pôr fim às práticas comerciais injustas do país. Espero que esta situação comercial seja resolvida, no final, por mim e pelo presidente Xi Jìnpíng, pelo qual tenho grande respeito e carinho”, destacou o presidente norte-americano.

Compartilhe
Previous Líderes das duas Coreias voltam a se reunir em Pyongyang
Next Pesquisa Ibope: Bolsonaro, 28%; Haddad, 19%; Ciro, 11%; Alckmin, 7%; Marina, 6%

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Lúcio Vieira Lima e mãe contestam pedidos de recolhimento e prisão domiciliar

O deputado federal Lúcio Vieira Lima (MDB-BA) e sua mãe, Marluce Vieira Lima, se manifestaram ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra as medidas cautelares pedidas pela Procuradoria-Geral da República (PGR)

Política

Eunício diz que tomará medidas administrativas para retorno de Aécio

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE) disse que “adotará as medidas administrativas necessárias” para o senador Aécio Neves voltar às atividades legislativas. Nesta sexta-feira, 30, o ministro Marco Aurélio

Mundo

Apuração confirma vitória sem maioria de conservadores na Bulgária

Com 97% dos votos apurados, o conservador e populista partido Gerb, do ex-primeiro-ministro Boiko Borisov, venceu as eleições realizadas ontem (26) na Bulgária, mas precisará do apoio de mais duas