Líderes das duas Coreias voltam a se reunir em Pyongyang

Líderes das duas Coreias voltam a se reunir em Pyongyang

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, e o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, encontraram-se nesta terça-feira (18/9), na primeira reunião da cúpula de três dias, em Pyongyang, na Coreia do Norte. A informação foi confirmada pelo governo sul-coreano.

A reunião, cujo conteúdo não foi revelado oficialmente, ocorreu na sede do Comitê Central do Partido dos Trabalhadores, onde Kim Jong-un já recebeu uma delegação do sul em duas ocasiões e, em outras duas oportunidades, o secretário de Estado dos Estados Unidos (EUA), Mike Pompeo.

Além dos dois líderes, participaram pelo lado de Seul o diretor do Escritório de Segurança Nacional, Chung Eui-yong, e o chefe do Serviço de Inteligência, Suh Hoon, explicou um porta-voz sul-coreano. A delegação norte-coreana foi completada pelo diretor de inteligência, Suh, Kim Yong-chol, e a vice-diretora de propaganda e irmã do líder, Kim Yo-jong.

As presenças de Chung e Suh, duas figuras importantes na intermediação com os Estados Unidos, assim como de Kim Yong-chol, que também viajou para os EUA este ano, e Kim Yo-jong, considerada braço direito de seu irmão, indicam que as duas partes abordaram a necessidade de desbloquear o diálogo entre Pyongyang e Washington sobre a desnuclearização.

Expectativa
Espera-se que a cúpula, a terceira este ano entre Moon e Kim, sirva para resolver as diferenças entre Pyongyang e Washington sobre a desnuclearização. Os dois últimos encontros, em abril e maio, ajudaram na realização da cúpula entre Kim e o presidente americano, Donald Trump, em Cingapura, onde as duas partes concordaram em trabalhar na desnuclearização do regime, garantindo a sobrevivência do mesmo.

Compartilhe
Previous Acidente deixa feridos na BA-250; ex-prefeita de Lagedo, Mariângela está entre as vítimas
Next Trump impõe tarifa de 10% sobre US$ 200 bi em bens chineses

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

PGR tem 15 dias para se posicionar sobre inquérito Temer e ministros

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin concedeu hoje (12) prazo de 15 dias para que a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifeste sobre o relatório da Polícia

Equipe de Trump estuda formas rápidas de construir muro

A equipe de transição de governo do eleito Donald Trump tem se reunido há meses. Se mudou para um escritório a uma quadra de distância da Casa Branca, na Avenida

Notícias

Mulher seminua interrompe votação de Berlusconi

Uma ativista do grupo feminista Femen, despida da cintura para cima, interrompeu a votação de Silvio Berlusconi, líder do partido Forza Itália. Com os braços no ar gritava a mesma