Mateus Aleluia, Juca Ferreira, Manno Góes e personalidades da Cultura declaram apoio a Galo

Mateus Aleluia, Juca Ferreira, Manno Góes e personalidades da Cultura declaram apoio a Galo

Personalidades da Cultura e da Comunicação Pública, como Juca Ferreira, Manno Góes, Dulce Aquino, Pola Ribeiro, Zilton Rocha, Flávio Gonçalves, Mateus Aleluia, Bete Wagner, declararam apoio à reeleição do deputado estadual Marcelino Galo (PT) em ato em defesa da Cultura e da Comunicação Pública no Teatro Caballeros de Santiago, no Rio Vermelho, em Salvador. Entre as personalidades presentes na atividade, também estavam Lia Robatto, Jota Veloso, Vania Dias, Jorge Solla, Carlos Martins, Márcio Meirelles, Zulu Araújo, Fernando Oberlander, Jauncy do Ilê, Gordo Neto, Maria Marighella, Robson Mol, Carlos Pitta, Osvaldo Rosa, Ivan Uol, Meran Vargens, Cristina Castro, entre outros. Na plenária também foi feita a defesa da liberdade do ex-presidente Lula e da eleição de Fernando Haddad ao Palácio do Planalto.

“Marcelino é uma inspiração, uma referência política, de unidade às esquerdas e que faz uma luta solitária, mas fundamental, pela Cultura na Assembleia Legislativa”, afirmou a ex-diretora da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia, Dulce Aquino, que disputa uma vaga na Câmara Federal pelo PSOL. “Galo trava lutas, na Assembleia Legislativa, que pra mim é a agenda do século 21 e que poucos políticos no Brasil tem coragem de fazer. É também a luta ambiental, a luta contra os agrotóxicos”, completou o ex-ministro da Cultura Juca Ferreira. “Marcelino Galo faz um mandato necessário para cultura, para as comunidades tradicionais”, afirmou Mateus Aleluia. “É importante garantir a eleição de deputados como Galo, que fazem o enfrentamento na Assembleia Legislativa em defesa da democracia e da Cultura”, disse Manno Goés. “São apoios importantes, que fortalecem nossa luta pela Cultura, pela democracia, por Lula livre, por uma Bahia e um Brasil longe das trevas do autoritarismo que retira direitos, corta investimentos e compromete nossa soberania”, afirmou Galo, que criticou o neoliberalismo na América Latina, a “perseguição fascista” à cultura, às liberdades individuais e defendeu a eleição de Haddad à presidência da República.

Compartilhe
Previous Ciro Gomes ganha apoio de centrais sindicais
Next Hospital Albert Einstein diz que cirurgia de Bolsonaro foi bem-sucedida

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Mundo

Estrela da Fama de Trump é alvo de vandalismo

A estrela da calçada da fama de Donald Trump tem sido um pára-raios para a violência com atos de vandalismo, mas tudo indica que vai resistir à tempestade e ficar

Notícias

IPCA acumulado no ano fecha em 2,21% e é o menor em quase duas décadas

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação oficial do país, fechou os primeiros dez meses do anos com alta acumulada de 2,21%, a menor taxa acumulada

Política

Conselho de Ética do Senado adia processo disciplinar contra Lindbergh

O Conselho de Ética do Senado adiou em pelo menos uma semana o início do processo disciplinar contra o líder do PT na Casa, Lindbergh Farias (RJ). O presidente do