Camaçari: Encontro debate crime ambiental e ocupação irregular

Camaçari: Encontro debate crime ambiental e ocupação irregular

Com o intuito de debater e desenvolver ações coordenadas para o enfrentamento às ocupações irregulares e crimes ambientais na sede e orla da cidade, a Prefeitura de Camaçari se reuniu na manhã desta terça-feira (7/8) com representantes de diversos órgãos públicos como as Polícias Civis e Militares, Ministério Público do Estado, além de gestores de diversas secretarias e autarquias municipais.

Durante o encontro, a Secretaria do Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur) apresentou mais de 10 áreas mapeadas onde devem ocorrer intervenções para coibir a invasão de terras e que evitem a degradação de Áreas de Proteção Ambiental (APA) e de Preservação Permanente (APP).

Com base na explanação, foram estabelecidas ações de curto, médio e longo prazo e definidas operações práticas conjuntas que devem ocorrer de forma imediata visando, inclusive, cumprir ordens judiciais. Todos os presentes avaliaram a iniciativa do governo de forma positiva e classificaram o encontro como proveitoso. Autoridades da Segurança Pública no município pontuaram que além dos ganhos ambientais, as medidas vão refletir na redução da violência e de outras práticas delituosas.

A reunião foi conduzida pelo prefeito, Elinaldo Araújo, o secretário da Sedur, Genival Seixas, e a assessora especial da Secretaria do Governo, Juliana Paes. Também estavam presentes os secretários da Infraestrutura (Seinfra), Joselene Cardim, dos Serviços Públicos (Sesp), Armando Mansur, e da Superintendência de Trânsito e Transporte Público (STT), Armando Yokoshiro.

Autoridades de segurança pública no município compareceram ao encontro, dentre eles o comando do 12º Batalhão de Polícia Militar, representantes da 59ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) e da Polícia Militar de Proteção Ambiental (COPPA), os titulares da 18ª Delegacia de Polícia (DP), na sede, bem como das 26ª e 33ª Delegacias de Polícia em Abrantes e Monte Gordo, respectivamente, além dos responsáveis pela delegacia de Proteção Ambiental, em praia do Forte, e da 5ª promotoria de Justiça de Urbanismo e Meio Ambiente de Camaçari.

Compartilhe
Previous Bahia empata com Cerro no Uruguai e conquista classificação inédita na Copa Sul-Americana
Next Senado argentino veta proposta de legalização do aborto

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Orçamento da força-tarefa da Lava-Jato é triplicado pelo MPF

O Conselho Superior do Ministério Público Federal (CSMPF) decidiu nesta terça-feira ampliar a proposta inicial de orçamento do ano que vem para a força-tarefa da Operação Lava-Jato em Curitiba, de

Política

Aloysio Nunes: ‘Desse jeito, vamos dar a presidência a Lula’

Irritado com o racha do PSDB, o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, disse que seu partido vive um momento de “histeria” e erra ao defender a saída do

Notícias

Após Bolsonaro, Alckmin admite facilitar porte de armas se for eleito

Conhecido como defensor do estatuto do desarmamento, o ex-governador paulista Geraldo Alckmin, pré-candidato à Presidência da República pelo PSDB, admitiu pela primeira vez na manhã desta quinta-feira, dia 17, facilitar