Prefeitura adia mudança de ponto de ônibus na Avenida ACM em função de obras do BRT

Prefeitura adia mudança de ponto de ônibus na Avenida ACM em função de obras do BRT

O Consórcio BRT, com a supervisão da Transalvador, concluiu a sinalização das alterações para pedestres e motoristas no trecho da Avenida ACM entre as proximidades da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) e da Comercial Ramos, no sentido Lucaia. Essas mudanças pontuais, iniciadas ontem (01), são necessárias em função das obras de construção de elevados, viadutos, ciclovia e corredores exclusivos de tráfego previstos no projeto do novo modal.

Hoje (02), ficou definido que o ponto de ônibus localizado próximo à Igreja Mundial do Poder de Deus, na pista principal, só será deslocado para 350 metros adiante em um prazo de 15 a 20 dias. Haverá comunicação prévia à população sobre essa alteração, quando ela for ocorrer. A travessia de pedestres pela ponte sobre o canal Camarugipe também não será fechada nesse trecho por enquanto. O adiamento atende a uma solicitação feita por pacientes do Centro de Atenção a Saúde Prof. Dr. José Maria de Magalhães Neto (Cepred), que utilizam este ponto.

Ou seja, os ônibus continuarão parando para pegar passageiros no local nesse prazo de 15 a 20 dias, quando não serão feitas obras pesadas nesse trecho. Quando o ponto for desativado, os pacientes do Cepred terão como opção mais próxima e acessível o equipamento situado próximo à IURD. Para facilitar o deslocamento dos pacientes, a calçada entre o Cepred e a IURD foi requalificada e ampliada.

Os demais pontos de travessia sobre pontes pelo canal já foram fechados e isolados pelos tapumes, por uma questão de segurança da população. Na pista marginal da área tapumada, os pedestres devem utilizar a calçada da direita. Na via principal, não é mais permitida a circulação a pé no sentido Lucaia. O ponto em frente ao Cidadela foi desativado. As pistas de acesso e saída da via marginal após o retorno da Polêmica já foram fechadas.

Vale salientar que o limite de velocidade na Avenida ACM continua a ser de 70km/h, ou seja, não haverá alteração na medição dos radares. Nos trechos de entrada e saída de caminhões ao canteiro de obras, que serão sinalizados quando começar o fluxo de veículos pesados, a velocidade recomendada será de 40km/h, medida adotada em locais onde há intervenções de grande porte na cidade por uma questão de segurança.

Compartilhe
Previous Governo Trump suspende as normas ambientais impostas aos automóveis
Next Líder da Oposição questiona omissão dos dados da segurança pública pelo governo do estado

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Reunião de líderes na Câmara termina sem acordo sobre reforma política

Após quase duas horas de reunião, líderes da Câmara não conseguiram decidir qual das propostas da reforma política deve ser votada nesta terça-feira, 19. Uma nova reunião foi convocada para

Notícias

MP vai investiga exposição em que criança interage com artista nu

A interação, na última terça (26), entre uma criança e um artista nu no MAM (Museu de Arte Moderna) de São Paulo resultou em inquérito e em protesto na frente

Notícias

Feira de Santana: Vizinho mata gari com seis tiros por causa de dois peixes

No início da tarde deste domingo (2) foi liberado do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana, o corpo de Raimunda Flora Souza Góes, 41 anos, que morava