Reajuste para agentes comunitários de saúde é aprovado no Senado

Reajuste para agentes comunitários de saúde é aprovado no Senado

O Senado aprovou nesta quarta-feira(11) a Medida Provisória (MP) 827/2018 que trata da atuação dos agentes comunitários de saúde. A proposta aumenta o piso salarial da categoria em 52,86% ao longo de três anos. A matéria vai à sanção presidencial.

O texto estabelece que o piso atual de R$ 1.014,00 passará a ser de R$ 1.250,00 em 2019 (23,27%); de R$ 1.400,00 em 2020 (12%); e de R$ 1.550,00 em 2021 (10,71%). O piso salarial será reajustado, anualmente, em 1º de janeiro, a partir do ano de 2022 e deve ser fixado pela Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

A proposta estabelece uma jornada de trabalho de 40 horas. A medida estipula que, a cada dois anos, os agentes de saúde frequentarão cursos de aperfeiçoamento que serão organizados e financiados, de modo tripartite, pela União, estados ou o Distrito Federal e municípios. Já o transporte dos agentes até os locais de atuação será financiado pelo Ente Federativo ao qual o profissional estiver vinculado.

A matéria também prevê a presença de agentes comunitários de saúde na Estratégia de Saúde da Família e de agentes de combates de endemias na estrutura de vigilância epidemiológica e ambiental.

A matéria, já aprovada na madrugada desta quarta-feira na Câmara dos Deputados, foi muito comemorada pela categoria. O texto da MP 827 foi negociado com os agentes comunitários de saúde após os vetos presidenciais à Lei 13.595/18, que alterou diversos pontos da legislação da categoria. Segundo o governo, esses vetos eram necessários para preservar a autonomia de estados e municípios sobre o trabalho dos agentes comunitários.

Compartilhe
Previous Prefeitura assina primeiro contrato com Banco Mundial na história de Salvador
Next Impacto fiscal de pauta-bomba do Congresso já supera os R$ 100 bi

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política 0 comentários

Moro adverte sobre gravação paralela de audiências do caso Lula

O juiz federal Sérgio Moro, dos processos da Operação Lava Jato em Curitiba, advertiu na quinta-feira (9/2), as partes do processo contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre

Municípios

Sargento da PM é preso acusado de estuprar sogra de 70 anos em Itapetinga

Em nota, a PM informou que o sargento foi apresentado na Corregedoria Geral da corporação, em Salvador, e posteriormente seguirá para a Coordenadoria de Custódia Provisória (CCP), no presídio em

Notícias

Podemos anuncia desfiliação de deputado cotado para Ministério das Cidades

O deputado Alexandre Baldy (GO), cotado para assumir o Ministério das Cidades em substituição ao deputado Bruno Araújo (PSDB-PE), que deixou a pasta na semana passada, deverá deixar o Podemos