Vereador defende Barral e diz que greve é “político-partidária”

Vereador defende Barral e diz que greve é “político-partidária”

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara de Vereadores de Salvador, Paulo Magalhães Jr (PV), criticou a greve dos professores municipais deflagrada nesta quarta-feira (11).
Para Magalhães, a paralisação é político-partidária, já que as pautas de reivindicações dos grevistas estão em negociação entre o sindicato e a secretaria de educação do município. “Não existe razão para isso. Essa greve prejudica os mais de 100 mil alunos da rede municipal. Sei da competência e do trabalho do secretário Bruno Barral. Se há negociações em curso, não tem porque haver greve”, analisou.

Compartilhe
Previous Bacelar defende continuidade do atendimento no Hospital Regional de Riachão do Jacuípe
Next Vereador diz que sindicalistas da educação querem palanque eleitoral

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Marina Silva diz que o Brasil não pode seguir o caminho dos extremos

Durante uma caminhada na manhã deste domingo (30/9), na Avenida Paulista, centro financeiro de São Paulo, a candidata da coligação Rede-PV, Marina Silva, manifestou preocupação com o momento político difícil que

Cotidiano

Transalvador aplica quase 400 multas na em via exclusiva de ônibus no Carnaval

A Transalvador notificou 369 condutores, na noite dessa sexta-feira (09), que acessaram irregularmente a faixa exclusiva para transporte público montada na Av. Centenário para o Carnaval. Na via, mais de

Política

Bolsonaro anuncia Almirante de Esquadra Bento Costa Lima Leite para o Ministério de Minas e Energia

O presidente eleito Jair Bolsonaro nomeou na manhã desta sexta-feira (30) para o Ministério de Minas e Energia mais um militar. O diretor-geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha,