Vereadores de Riachão do Jacuípe apelam para governo manter Hospital

Vereadores de Riachão do Jacuípe apelam para governo manter Hospital

Vereadores de Riachão do Jacuípe, região sisaleira da Bahia, denunciam o fechamento do Hospital Dr. João Campos, obrigado a suspender 150 cirurgias eletivas e outros 200 atendimentos mensais após ofício emitido pela Sesab (Secretaria Estadual da Saúde), nessa quinta (5). “A população carente passará a contar apenas com o Hospital Municipal que certamente ficará superlotado com a demanda extra. É um risco muito grande e que vulnerabiliza ainda mais nossa região onde há muitos desempregados, sem alternativas de pagar pelos atendimentos médicos”, argumenta o vereador Lucas Willian (PSB).

“Vamos apelar para a sensibilidade do governador Rui Costa para avaliar a situação de maneira urgente. Acredito que o bom senso prevaleça para que o Hospital não seja fechado”, diz Beto de Eni (SD). “moradores pobres de nossa cidade e dos municípios vizinhos não merecem isso”, desabafa o vereador Robinho (PP). A Fundação Doutor Lauro Costa Falcão, que administra o Hospital Dr. João Campos, distribuiu nota de repúdio, citando as condições que impulsionam o fechamento da unidade. “Continuaremos em busca de alternativas para manter o atendimento prestado à população carente da região e denunciamos as perseguições políticas que vão, de fato, promover o desmonte da rede pública de saúde de Riachão do Jacuípe”, diz a nota.

Compartilhe
Previous ANS resolve 91% dos conflitos de coberturas de planos de saúde
Next 'Centrão é o bloco do medo', diz Paulo Rabello de Castro

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Passagens aéreas continuam caras mesmo com mudança nas regras de bagagem

Apesar de as novas regras para a cobrança de bagagem nos voos nacionais e internacionais estarem vigorando desde o fim de abril, o consumidor ainda vai demorar para ver os

Notícias

STF: Gilmar Mendes vota para restringir foro de todas autoridades

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes votou hoje (3) para restringir o foro por prorrogativa de função, conhecido como foro privilegiado, para todas autoridades, não somente para

Política 0 comentários

Lava Jato atingiu ‘grau de loucura’, diz Instituto Lula

Dois dias depois de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva virar réu em processo no qual é acusado de receber um terreno da Odebrecht, o Instituto Lula divulgou nota