Presidente eleito da Colômbia pede que países da região deixem Unasul

Presidente eleito da Colômbia pede que países da região deixem Unasul

O presidente eleito da Colômbia, Iván Duque, pediu hoje (29) que os países dque integram a União de Nações Sul-Americanas (Unasul) deixem a organização que, segundo ele, tornou-se “cúmplice da ditadura da Venezuela”. Ele fez a declaração , em Washington, depois de uma reunião com o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luís Almagro.

“Manifestei a Almagro meu desejo de seguir fortalecendo o sistema interamericano e que, nesse sentido, os países da América do Sul têm que avançar muito. Primeiro, convidando-os à retirada [da Unasul]. A Unasul foi uma organização que realmente se transformou em uma cúmplice da ditadura da venezuelana”, disse Duque.

“Parte do fortalecimento do sistema interamericano é respaldar a Carta Democrática [da OEA] como instrumento regional para a promoção e o fortalecimento da democracia”, completou o presidente eleito.

Em abril, seis dos países-membros da Unasul – Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, Paraguai e Peru – suspenderam sua participação na organização de forma indefinida devido à discordância sobre o funcionamento.

A Unasul, com sede em Quito, é formada por 12 países da América do Sul. A criação da organização foi promovida, entre outros líderes, pelo então presidente da Venezuela, Hugo Chávez.

Durante a campanha eleitoral, Duque já havia expressado desejo de que a Colômbia deixasse a Unasul por ser uma “espécie de cúmplice silenciosa da ditadura da Venezuela”.

Duque, do Centro Democrático, partido do ex-presidente Álvaro Uribe, venceu as eleições do último dia 17 de junho e toma posse no dia 7 de agosto para um mandato que vai até 2022.

Compartilhe
Previous Para Justiça espanhola, Ricardo Teixeira “desviou” dinheiro da CBF
Next Empresa de coronel atendeu a 'demandas da vida pública e privada' de Temer, diz PF

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Dois casais são acusados de torturar babá por mais de 16 horas

Uma babá de 19 anos foi torturada por mais de 16 horas, na Austrália. Dois casais estão sendo julgados pelo caso. Eles teriam raptado a garota porque acreditavam que ela

Notícias

Conselho escolhe Ivan Monteiro como presidente interino da Petrobras

O diretor financeiro da Petrobras, Ivan Monteiro, foi escolhido pelo Conselho de Administração da estatal para ser o presidente interino, correspodendo às expectativas do mercado que já apostavam que o

Política

Câmara aprova flexibilização da Voz do Brasil; proposta vai à sanção

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira (13/3), o Projeto de Lei (PL) 595/03, que flexibiliza o horário de veiculação do programa de rádio A Voz do Brasil. Pelo