Elba Ramalho levanta público com grandes sucessos do forró no Pelourinho

Elba Ramalho levanta público com grandes sucessos do forró no Pelourinho

Principal atração deste domingo (24), noite de São João, no palco do Terreiro de Jesus, no Pelourinho, a cantora Elba Ramalho falou sobre sua relação com a festa junina e com a Bahia. “Eu sempre adorei tocar em Salvador e o São João tem tudo a ver comigo e com tudo o que eu canto. É uma história longa de quase 40 anos e uma relação estreita com o público baiano. Eu canto e me divirto também no São João”, declarou.

No palco, Elba abriu o show levantando o público com clássicos do forró, como ‘São João do Carneirinho’, ‘Me diz, amor’, ‘Você endoideceu meu coração’ e ‘Tareco e Mariola’, além de grandes sucessos da sua carreira, como ‘Bate Coração’.

Animada, a administradora Ana Valéria Peixoto não conhecia o São João realizado na capital, mas esse ano ficou em Salvador, por falta de tempo para viajar. “Gostei bastante da festa aqui no Pelourinho. É a primeira vez que eu venho. Estou encantada. Estou amando”, contou.

A programação do palco do Terreiro de Jesus termina com o show da banda Fulô de Mandacaru, que encerra os festejos juninos no Pelourinho.

Compartilhe
Previous Último dia do São João de Paripe atrai mais de 70 mil pessoas ao Subúrbio de Salvador
Next Homem é preso suspeito de ter estuprado mulher na festa de São João em Itagibá

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

MV Bill traz show “Vida Longa” para Salvador

No próximo dia 21 de julho, o cantor MV Bill apresenta na Salvador Music em Patamares, às 21h, o show ‘Vida Longa’ em Salvador. A apresentação leva o título do

Notícias

Taís Araújo compartilha post emocionante sobre maternidade

Tais Araújo abriu o coração em sua conta do Instagram neste domingo de dia das mães (14/5). A atriz compartilhou uma foto onde aparece grávida de seu primeiro filho e emocionou os

Entretenimento

Bloco da Saudade leva “carnavais das antigas” para o Circuito Osmar

“Esse é o melhor bloco, maravilhoso! Voltamos para os antigos carnavais, por isso é o Bloco da Saudade”, falou a aposentada Amenaide Borges de Oliveira, 55 anos, que desfila na