Após reunião, Temer descarta fechar fronteira com a Venezuela

Após reunião, Temer descarta fechar fronteira com a Venezuela

Em visita a Boa Vista, nesta quinta-feira (21/6), o presidente Michel Temer prometeu analisar os pedidos de recursos do governo de Roraima sobre a fronteira com a Venezuela, mas afastou a possibilidade de fechar a divisa entre os dois países. Após apelos da governadora Suely Campos (PP), que acusou o governo federal de omissão, Temer afirmou que não foi esse o tom de sua conversa com a governadora.

Temer e a governadora se reuniram em Boa Vista após visita a um abrigo que acolhe venezuelanos. Nas redes sociais, o Planalto divulgou um vídeo do presidente sorrindo com algumas crianças no local.

O governo de Roraima cobra do governo federal um ressarcimento de R$ 184 milhões que o estado alega ter gasto com o atendimento a imigrantes. Além disso, o governo estadual pede a construção de um hospital de campana para atender os imigrantes.
“Ela me deu uma lista que eu disse que vou levar e vou examinar com muito carinho, com muita atenção as necessidades do Estado”, disse Temer, afirmando que o governo federal já mandou recursos para o trabalho na fronteira.

Questionado sobre a cobrança do governo estadual em relação à União, Temer declarou que recebeu uma “boa acolhida” de Suely no Estado. “Não tive essa informação da governadora sobre omissão, ao contrário, recebi uma belíssima acolhida da governadora”, afirmou o emedebista.

O presidente afastou novamente a possibilidade de fechar a fronteira entre os dois países. “Vocês sabem que isso seria uma coisa, digamos, inapropriada.”

Apelo
Em carta aberta ao presidente Temer, divulgada nesta quinta-feira, a governadora de Roraima escreveu que “a sensação do povo de Roraima é que o Palácio do Planalto ainda não entendeu que o impacto da crise migratória é exclusivamente em Roraima e não no Brasil”.

Antes da visita de Temer, a governadora afirmou que o presidente precisaria dar uma resposta aos cidadãos. Na carta, ela pediu que o emedebista “não deixe o solo roraimense hoje sem deixar claro aos brasileiros que nasceram aqui ou que escolheram Roraima para viver, qual é a sua posição e quando atenderá a pelo menos essas solicitações emergenciais e que estão ao alcance da sua decisão política.”

Nesta quinta-feira, após se reunir com Temer, Suely Campos disse que o Estado não vai retirar a ação no Supremo Tribunal Federal (STF) que pede o fechamento temporário da fronteira e a transferência de recursos para custear a oferta de serviços aos imigrantes.

Compartilhe
Previous STF permite sátiras a candidatos durante período eleitoral
Next Camaforró: Começa hoje o melhor São João da Região. Confira programação completa!

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Vereadores falam sobre Câmara Itinerante na Cidade Baixa; assista

A segunda edição do Projeto Câmara Itinerante da atual legislatura, realizado nesta segunda-feira(05), no auditório da Universidade Corporativa do Tribunal de Justiça da Bahia (Unicorp), no bairro da Boa Viagem foi

Política

Eunício diz que vai agir com diálogo sobre MP da reforma trabalhista

Após uma semana agitada com a votação da reforma trabalhista, o Senado já entra em clima de recesso. Oficialmente, as férias dos parlamentares vão começar na próxima terça-feira (18/7) e

Política

Álvaro Dias lança pré-candidatura à Presidência da República em BH

O senador Álvaro Dias (Pode-PR) lançou oficialmente, nesta sexta-feira (23/3) a sua pré-candidatura à Presidência da República, em Belo Horizonte (MG). O evento ocorreu durante a posse da Executiva estadual