Bacelar critica Temer por corte de verbas na educação, esporte e cultura

Bacelar critica Temer por corte de verbas na educação, esporte e cultura

O deputado federal Bacelar (Podemos) criticou, nesta quarta-feira (13), as novas regras para a distribuição de recursos das loterias federais, definidas em medida provisória editada pelo presidente Michel Temer. A proposta transfere parte do dinheiro arrecadado pelas loterias para a segurança pública. Segundo Bacelar, se o texto for aprovado pelo Congresso representará um corte de R$ 800 milhões nas áreas de educação, cultura e esporte, em 2019.

“Não é admissível beneficiar um setor em detrimento de outro. É preciso, sim, garantir mais segurança para a sociedade, mas tirar da educação não é a solução. O FIES não terá mais investimentos. E nossos estudantes? Além disso, o esporte é inclusivo, socializa, tira jovens do mundo do crime. Parte do investimento é direcionado aos clubes formadores de atletas olímpicos e paraolímpicos e às entidades que fomentam o esporte escolar e universitário”, argumentou.

O parlamentar reconheceu a necessidade de investimentos urgentes e prioritários no combate à violência, mas considera que Temer não tomou a melhor decisão para o país. “Segurança Pública não se planeja somente com infraestrutura e policiais. Quando se retira recursos de áreas ligadas à formação do cidadão, são criadas outras condições que geram ainda mais violência. É subsidiar, financiar mais jovens nas ruas, expostos a todo tipo de criminalidade”, finalizou o deputado baiano.

Compartilhe
Previous TJ decide que área na Pituba pertence ao município e obras de requalificação serão retomadas
Next STF proíbe conduções coercitivas de acusados para interrogatório

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Composição dos ministérios será definida até fim de novembro, diz Lorenzoni

O ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, afirmou, na manhã desta quarta-feira 21, que todos os ministros do futuro governo serão anunciados até o final do mês. O objetivo é

Política

PMN decide não ter candidato à Presidência nem fazer alianças

O Partido da Mobilização Nacional (PMN) decidiu em convenção hoje (21), em Brasília, não lançar candidatura própria à presidência da República nem apoiar candidato ao cargo no primeiro turno. O

Política

Juiz nega pedido de Lula para depor por videoconferência

O juiz federal Ricardo Augusto Soares Leite, da 10ª Vara Federal, em Brasília, negou ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta segunda-feira, 6, ser interrogado por meio de videoconferência.