Paulo Henrique Amorim é condenado por injúria contra Heraldo Pereira

Paulo Henrique Amorim é condenado por injúria contra Heraldo Pereira

O blogueiro e apresentador Paulo Henrique Amorim terá de cumprir pena por ter chamado o colega de profissão Heraldo Pereira, da Rede Globo, de “negro de alma branca”. Isso porque o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), manteve decisão da 1ª Turma da Corte, que havia condenado o jornalista da TV Record a um ano e oito meses de prisão por injúria racial.

A ação transitou em julgado, ou seja, não cabe recurso. Na decisão, da última terça-feira (5/8), Barroso converteu a pena em restrição a direitos.

Em agosto do ano passado, a 1ª Turma manteve, por unanimidade, a condenação de Paulo Henrique Amorim à pena de prisão, em regime aberto, mais multa. “A Lei n. 9.459/97, introduzindo o dispositivo da injúria racial, criou mais um delito no cenário do racismo, portanto, imprescritível, inafiançável e sujeito à pena de reclusão”, justificou Barroso, na ocasião.
Relembre
Em 2009, Paulo Henrique Amorim chamou Heraldo de “negro de alma branca”, no blog Conversa Afiada. O apresentador da Record escreveu também que o colega “não conseguiu revelar nenhum atributo para fazer tanto sucesso, além de ser negro e de origem humilde”.

Após a publicação das afirmações injuriosas, Pereira encaminhou representação ao Ministério Público, que denunciou o blogueiro por racismo.

No 1° grau, a 4ª Vara Criminal de Brasília alterou a tipificação para injúria com caráter racial. O tribunal também encerrou a ação por ter sido apresentada fora do prazo legal. Em recurso, manteve-se a absolvição parcial e a desclassificação do crime de racismo para o de injúria racial.

Compartilhe
Previous Rui Costa tem apoio de 64,5% dos prefeitos da Bahia para reeleição
Next Salvador: Prefeitura abre processo de tombamento para 15 obras de Carybé

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Esportes

Tenistas de 22 países disputam 33º Bahia Juniors Cup, em Salvador

Tenistas de 22 países estão reunidos em Salvador, onde participam da 33ª edição do Bahia Juniors Cup, no Clube Bahiano de Tênis, até sábado (30). O evento, com pontuação G3,

Notícias

Janot vai pedir revogação da imunidade e prisão de Joesley Batista

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, vai pedir a revogação da imunidade do empresário Joesley Batista e dos demais executivos do Grupo J&F, depois de áudios divulgados na segunda-feira passada.

Política

Ex-ministro Geddel chega a Brasília e deve ir para a Papuda

O ex-ministro Geddel Vieira Lima chegou ao aeroporto de Brasília na tarde desta sexta-feira (8/9), após ser preso pela manhã em Salvador. Ele foi levado à Superintendência da Polícia Federal (PF) e,