PF encontra R$ 23,6 milhões em contas de amigo de Temer

PF encontra R$ 23,6 milhões em contas de amigo de Temer

A Polícia Federal encontrou evidências em planilhas e extratos bancários que apontam para a existência de R$ 23,6 milhões nas contas pessoais e empresariais do coronel aposentado João Batista Lima Filho, amigo do presidente Michel Temer e tido como seu intermediário para o recebimento de propinas.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o montante está ligado às empresas PDA Projeto e Direção Arquitetônica LTDA. e PDA Administração e Participação LTDA. O coronel também é dono da Argeplan, companhia que ficou conhecida por fechar diversos contratos milionários com o setor público e por ser alvo de investigações.

A PDA Projetos foi citada em negociação de delação premiada feita por um executivo da Engevix. Ele afirmou que havia pago R$ 1 milhão ao coronel Lima por meio de uma subcontratada chamada Alúmi. Segundo a reportagem, a PF investiga se o dinheiro identificado é lícito e qual seria sua origem.

O coronel Lima é investigado junto com Temer em inquérito do Decreto dos Portos, no âmbito da Operação Skala, que corre no Supremo Tribunal Federal (STF) e apura se o presidente recebeu propina para editar o documento favorecendo empresas do ramo portuário, entre elas, o grupo Libra.

Em resposta à Folha de S. Paulo, o coronel Lima afirmou que não praticou nenhuma irregularidade nem teve conduta ilícita.

Compartilhe
Previous STF adia decisão sobre inquérito contra senador José Agripino Maia
Next Carolino propõe reciclagem do óleo residual de cozinha nas escolas públicas

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Defesa entra com novo recurso para tentar liberdade de Lula

Os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) apresentaram mais um recurso, nesta sexta-feira, para tentar reverter a prisão do petista. Lula está preso na sede da Superintendência

Política

Agrotóxico é veneno sim, diz Galo ao condenar censura a pesquisadores da Fiocruz

O coordenador da Frente Parlamentar Ambientalista da Bahia, deputado Marcelino Galo (PT), condenou a tentativa de censura a pesquisadores da Fiocruz por chamar agrotóxicos de veneno em pesquisas realizadas no

Notícias

Projeto de Lei do deputado Roberto Carlos prevê a redução do consumo de sal

O Projeto de Lei de autoria do deputado Roberto Carlos (PDT), que visa reduzir o consumo de sal de cozinha pelos baianos e, como consequência, a incidência da hipertensão, através