Fachin autoriza investigação de doações de R$ 40 mi a senadores do MDB

Fachin autoriza investigação de doações de R$ 40 mi a senadores do MDB

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin decidiu, nesta quarta-feira (16/5), determinar a abertura de inquérito para investigar suposto repasse de R$ 40 milhões em doações eleitorais a políticos do MDB do Senado.

As apurações devem se debruçar sobre os parlamentares emedebistas Renan Calheiros (AL), Jader Barbalho (PA), Romero Jucá (RR), Eunício Oliveira (CE), Eduardo Braga (AM), Edison Lobão (MA), Valdir Raupp (RO), Roberto Requião (PR), além do ex-senador e atual ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Vital do Rego.

O pedido de abertura foi solicitado à Corte Suprema pela Procuradoria-Geral da República (PGR) com base nos depoimentos de delação premiada do ex-diretor da Transpetro, subsidiária da Petrobras, Sérgio Machado e do executivo do grupo J&F Ricardo Saud.

Em um dos depoimentos, Machado disse que “nas reuniões ocorridas na residência de Renan Calheiros, o grupo JBS fazia doações ao MDB a pedido do PT na ordem de R$ 40 milhões”.

“Uma vez requerida a abertura de investigações pela Procuradoria-Geral da República, incumbe ao relator deferi-la, não lhe competindo qualquer aprofundamento sobre o mérito das suspeitas apontadas, exceto se, a toda evidência, revelarem-se inteiramente infundadas”, decidiu Fachin.

Compartilhe
Previous Estados e governo federal firmam pacto contra violência homofóbica
Next MEC autoriza a contratação de 1.205 professores e técnicos

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Sisu abre inscrições amanhã; vagas estão disponíveis para consulta

Começam amanhã (29) as inscrições para a segunda edição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). As vagas estão disponíveis para consulta na página do Sisu. As inscrições vão até dia

Cotidiano

PF deflagra operação contra fraudes em financiamento agrícola no BB

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta terça-feira (31/10) a segunda fase da operação Turbocred, para combater o desvio de verbas públicas por meio de fraudes em financiamentos agrícolas

Política

Empresários querem demitir cobradores; rodoviários não aceitam e ameaçam greve

Em conversa com o Classe Política, o vereador e presidente do sindicato dos rodoviários, Hélio Ferreira(PC do B), não descartou a possibilidade de greve caso os empresários não recue na