Ex-presidente da CBF é banido do futebol pela Fifa para sempre

O ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero, foi “suspenso pelo resto da vida de qualquer atividade relacionada ao futebol” por atos de corrupção, anunciou a Fifa nesta sexta-feira (27).

Del Nero, que tem 77 anos e está no comando da CBF desde abril de 2015, também terá que pagar uma multa de um milhão de francos suíços (835.200 euros).

O dirigente foi condenado pela Justiça interna da Fifa (Câmara de Julgamento da Comissão de Ética) por ter recebido subornos de empresas em troca da concessão de contratos de direitos televisivos de torneios como a Copa América, Libertadores da América e Copa do Brasil).

Ele foi considerado culpado de “corrupção, oferecer e receber presentes ou outros benefícios, conflito de interesses e falta de lealdade” ao código de ética da Fifa.

O dirigente havia sido suspenso de maneira provisória em 15 de dezembro de 2017.

Compartilhe