Mulher é morta a tiros dentro de prostíbulo em Guanambi

Mulher é morta a tiros dentro de prostíbulo em Guanambi

Uma mulher de 42 anos de idade, foi assassinada a tiros, na noite deste domingo (22/4), dentro de um prostíbulo, localizado na avenida Amazonas, no bairro São José, em Guanambi, no sudoeste da Bahia. De acordo com informações obtidas do Portal Vilson Nunes, por volta das 19h40, dois indivíduos desconhecidos chegaram ao local em uma motocicleta, o carona desceu do veículo, entrou no imóvel e efetuou seis disparos de arma de fogo contra a vítima, identificada como Suzimaura Mesquita. A mulher morreu na hora. O corpo foi encontrado despido. Uma guarnição da Polícia Militar constatou o crime e acionou o Departamento de Polícia Técnica. O corpo da mulher foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Guanambi. A autoria do homicídio ainda é desconhecida. A equipe da Polícia Civil de plantão já instaurou inquérito para apurar o caso, mas até o momento a principal suspeita da polícia é que o crime tem ligação com o tráfico de drogas. A mulher deixa duas filhas.

Compartilhe
Previous Mais de 12 milhões de contribuintes ainda não fizeram a declaração do IR
Next Três homens são mortos durante ataque a tiros em Trancoso

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Mega-Sena acumula; próximo concurso deve pagar mais de R$ 27 milhões

O prêmio da Mega-Sena mais uma vez acumulou. Ninguém acertou as dezenas: 18 – 22 – 29 – 34 – 36 – 47. Elas foram sorteadas pelo Caminhão da Sorte

Notícias

Julgamento de Lula antecipa campanha eleitoral de 2018

Recheado de expectativas, 2018 começa mais cedo para a política brasileira. O julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), marcado para o dia 24, vai antecipar as decisões

Política

ALBA: Comissão de Direitos Humanos aprova moção de repúdio a Igor Kannário; assista

Em conversa com o Classe Política, na manhã desta terça-feira(23), as deputadas Fabíola Mansur(PSB), Ângela Souza(PSC), Fátima Nunes(PT) e o deputado presidente da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública