Eunício Oliveira e dois senadores são hostilizados e xingados em Dubai; ASSISTA

Eunício Oliveira e dois senadores são hostilizados e xingados em Dubai; ASSISTA

Dois vídeos que circulam nas redes sociais mostram o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), e os senadores Jorge Viana (PT-AC) e Antônio Anastasia (PSDB-MG) sendo hostilizados por brasileiros em um restaurante no aeroporto de Dubai. O trio fez uma escala na maior cidade dos Emirados Árabes em viagem oficial ao Japão, onde participa de programa de intercâmbio entre legislativos, promovido pela Câmara de Conselheiros nipônica.

Não é possível confirmar a data das gravações. No vídeo, os brasileiros criticam a atuação política dos senadores e um deles chega a xingá-los de “ratos e vagabundos”.

Um homem aponta para Jorge Viana e ataca: “Esse aqui é o tal de Jorge Viana, do PT. O senhor foi contra a medida da Previdência. O PT votou contra”. Depois, continua: “Se vocês não roubassem como roubam, o Brasil estaria melhor. Bando de ratos nojentos, seus vagabundos”. Outra pessoa acrescenta: “Nós temos pena daquele Brasil”.

As imagens mostram que o presidente do Senado fica sentado, escutando, olhando para seu celular. Jorge Viana se levanta da mesa e sai. O trio é acompanhado pelo embaixador Marco Farani, responsável pela área de assuntos internacionais do Senado. Ele até tentou intervir, mas foi em vão.

As assessorias dos parlamentares informaram que eles não se manifestarão sobre o episódio.

Compartilhe
Previous Confira a tabela do Brasileirão 2018
Next Defesa de Lula questiona STF sobre momento que 2ª instância da Justiça se esgota

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Gongogi: Prefeitura não paga 13º e gera revolta entre servidores

A Prefeitura de Gongogi ainda não pagou o 13º salário funcionalismo público municipal. A medida causou insatisfação geral dos servidores e sindicatos, e já há, movimentação para a realização de

Política

Advogados avançam contra os abusos da Lava Jato

Um grupo de advogados, boa parte deles com clientes investigados na Lava Jato, vai se reunir no final da tarde de segunda (6) para discutir, entre outros assuntos, a criação

Cotidiano

Ministro anula decisão do CNJ contra juiz de ato anti-impeachment

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), anulou decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que determinou a abertura de revisão disciplinar contra o juiz de direito Rubens