Elinaldo vai coordenar campanha de “Zé do Sertão” na Região Metropolitana

Elinaldo vai coordenar campanha de “Zé do Sertão” na Região Metropolitana

O Prefeito de Camaçari, Elinaldo Araújo(DEM), reuniu suas lideranças municipais para anunciar o rumo que seu grupo seguirá nas eleições de outubro. “Nosso grupo terá papel decisivo nessa eleição, nós iremos conduzir o nosso vice-prefeito Tude a Assembléia Legislativa, vamos seguir junto com Paulo Azi, nosso Deputado Federal e daremos apoio incondicional a Campanha de Zé Ronaldo, estaremos ao lado de Zé”, afirmou Elinaldo.

Elinaldo, que é amigo pessoal de Zé Ronaldo, será coordenador da campanha na região metropolitana. “ Nosso grupo representará uma alternativa para o povo baiano que precisa de uma saúde de verdade, que precisa de segurança pública e principalmente, de um grupo que traga desenvolvimento e emprego para o nosso povo”, concluiu Elinaldo.

No dia 27 de abril, as 18 horas, no espaço Barramas, em Camaçari, será realizado um ato de apoio a pré-candidatura de Zé Ronaldo ao Governo do Estado.

Essa será a primeira visita de José Ronaldo ao município de Camaçari desde o lançamento de seu nome em Feira de Santana, para disputar o governo do Estado.

Compartilhe
Previous Salvador ganha Praça da Juventude como estímulo ao esporte
Next Lula tem 31%, Bolsonaro, 15%, Marina, 10%, aponta pesquisa Datafolha para 2018

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Municípios

Pastor é morto a tiros dentro de funerária em Poções

O pastor de uma igreja evangélica em Poções e dono de uma funerária em Planalto foi morto a tiros no município Planalto, na noite deste sábado (18). De acordo informações

Política 0 comentários

Bruno Reis apresenta Programa Morar Melhor em Comissão Mista no Congresso

O Vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis, esteve presente hoje, 14 de fevereiro, na Comissão Mista que examina a MP 751/2016, que dispõe sobre o Cartão Reforma. O Cartão Reforma tem

Notícias

Anatel mantém R$ 370 milhões em multas contra Telefônica

O Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) rejeitou recursos da operadora Telefônica e manteve a aplicação de multas no valor de R$ 370 milhões. No julgamento realizado nesta