Prazo para compensação de cheques deverá ser de um dia útil

Prazo para compensação de cheques deverá ser de um dia útil

A partir do próximo dia 16 de abril, (segunda-feira), cheques de até R$ 299,99 serão compensados em apenas um dia útil, e não mais em dois dias, seguindo determinação da Circular 3.859, publicada pelo Banco Central em 27/11/2017. A informação é da Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN) e segundo a organização, a medida diminuirá o tempo em que o dinheiro de um cheque depositado entra na conta da pessoa, ou empresa, favorecida. Além de unificar a sistemática de compensação de cheques, que antes era determinada por faixas de valores (ver mais abaixo), a nova regra determina que todos os documentos sejam compensados no ambiente da Centralizadora da Compensação de cheques (Compe). Os bancos e a Compe tiveram 180 dias para se adequarem à novas regras. “As alterações seguem os esforços do Banco Central de aprimorar os instrumentos de pagamentos, tornando-os mais eficientes e seguros para o usuário, e do setor bancário, sempre comprometido em modernizar e inovar seus procedimentos”, afirma Walter Tadeu de Faria, diretor-adjunto de Negócios da FEBRABAN.

Compartilhe
Previous Equador confirma morte de jornalistas por dissidentes das FARC
Next Corpo de delegado de Barra da Estiva desaparecido é achado carbonizado dentro de carro

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Municípios

Barra do Rocha: Mulher é presa com drogas e revólver após denuncia pelo whatsapp

Foi presa no final da manhã dessa sexta-feira (07), em Barra do Rocha, uma mulher acusada de tráfico de drogas. O parceiro dela conseguiu fugir, mas deixou para trás os

Notícias

Valéria Monteiro desafia PMN e diz que continua pré-candidata a presidente

A jornalista e ex-apresentadora de TV Valéria Monteiro desafiou o PMN e disse nesta quinta-feira (29) que vai insistir na pré-candidatura à presidência da República, mesmo após a legenda aprovar resolução estabelecendo que não vai participar da disputa

Notícias

Grupo de transição já tem 10 divisões de trabalho definidas

Futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni afirmou nesta segunda-feira (5/11) que os a equipe de transição entre os governos Michel Temer (MDB) e Jair Bolsonaro (PSL) já têm 10