Corpo de delegado de Barra da Estiva desaparecido é achado carbonizado dentro de carro

Corpo de delegado de Barra da Estiva desaparecido é achado carbonizado dentro de carro

Um corpo foi achado carbonizado no carro do delegado da cidade de Barra da Estiva, sudoeste da Bahia, Marco Torres, que estava desaparecido desde quinta-feira (12), após sair para uma viagem. Conforme publicação do G1, a Polícia Civil fez buscas pelo delegado desde a tarde de quinta-feira e, por volta das 9h desta sexta-feira (13), o veículo foi encontrado incendiado na zona rural, no distrito de Sussuarana, na cidade de Aracatu. O corpo encontrado no carro ainda não foi identificado e a polícia não confirmou se é do delegado desaparecido.

Marco estava desaparecido desde a quinta-feira, quando viajou de Barra da Estiva para Vitória da Conquista, distância de cerca de 190 km. Ele dirigia uma caminhonete e levava uma motocicleta na carroceria. No entanto, ele não chegou ao seu destino. O carro com o corpo já foi encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica (DPT), de Vitória da Conquista, para ser periciado. O caso é investigado pela equipe do coordenador da 20ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Brumado), delegado Leonardo Rabelo. Marco Antônio Torres é titular na cidade de Barra da Estiva e substituto da delegacia de Ibicoara.

Compartilhe
Previous Prazo para compensação de cheques deverá ser de um dia útil
Next Não podemos fechar espaço para quem quer se somar à luta, diz Jaques Wagner

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Sete em cada dez brasileiros não praticam atividade física, mostra Pnud

Levantamento inédito feito pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) revela que apenas três em cada dez brasileiros na idade adulta praticam atividades físicas e esportivas com regularidade.

Política

Maia diz que não vai ‘perder tempo’ com pedidos para incluir nome de Lula ou Moro

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quarta-feira, que não vai perder tempo analisando pedidos de mudança de nome no painel de votações do plenário da Casa feito

Notícias

Planalto contabiliza 220 deputados para evitar que Temer vire réu

Se o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciar o presidente, uma comissão da Câmara precisará analisar o pedido e, em seguida, o plenário. Como num processo de impeachment, Temer precisaria,