Fabíola Mansur reafirma compromisso com a cultura de Lauro de Freitas

Fabíola Mansur reafirma compromisso com a cultura de Lauro de Freitas

A convite do secretário de Cultura de Lauro de Freitas, Manoel Carlos dos Santos (Carlucho), a deputada estadual Fabíola Mansur (PSB) visitou nesta quinta-feira, 12, o Centro de Referência da Cultura Afro-Brasileira Mãe Mirinha, em Portão.

Nas duas horas em que esteve no local, a presidente da Comissão de Educação e Cultura da Assembleia Legislativa conheceu a estrutura física do local, que abriga a Secretaria, além de conversar com servidores, conselheiros municipais de cultura, representantes da classe artística e da imprensa local sobre os projetos desenvolvidos pela pasta.

“Fico muito satisfeita de ver o compromisso da atual gestão de Lauro de Freitas com a Cultura. A prefeita Moema Gramacho acerta ao garantir a destinação de 1% da arrecadação para o Fundo de Cultura, e acerta mais ainda ao escolher um secretário como Carlucho, que em pouco mais de um ano no cargo trabalhou muito pelo fortalecimento do Conselho Municipal e organiza de forma criteriosa 22 eventos anuais calendarizados. Claro que existem desafios, como a aprovação do Plano Municipal de Cultura e a requalificação deste Centro, especialmente do auditório e do museu, e é exatamente para ajudar a agilizar estes projetos que nós estamos aqui”, declarou Fabíola.

“Não é de hoje que a deputada Fabíola Mansur tem um compromisso com a cultura e com o povo de Lauro de Freitas. Ela destinou emenda parlamentar para apoiar a festa de São João no ano de 2017 e já declarou posição favorável à nossa cidade na disputa dos limites territoriais com Salvador, mesmo já tendo sido vereadora pela capital”, retribuiu Carlucho.

Com quase 200 mil habitantes concentrados num dos menores territórios municipais do Estado – apenas 57km² – Lauro de Freitas atrai visitantes da Região Metropolitana, da Bahia e de todo Brasil por conta das belas praias e da proximidade com o Aeroporto Internacional de Salvador. Com uma capacidade hoteleira de 4 mil leitos, a cidade quer ser conhecida também como a capital do turismo étnico-cultural.

“Temos 78% de população afrodescendente, com 426 terrreiros de candomblé, 3 mil capoeiristas, um quilombo, uma aldeia indígena dos kariri-chokós, reizado, samba de roda, enfim, todos os elementos para nos desenvolver o turismo étnico- cultural”, explica o diretor de turismo da Secult, Joilson Lopes.

Como medida inicial de apoio ao projeto, a deputada Fabíola Mansur declarou que irá interceder junto à Fundação Pedro Calmon para que Lauro de Freitas possa ter um representante na Comissão de Celebração dos 220 anos da Revolta dos Búzios.

Compartilhe
Previous ACM Neto comenta possibilidade do pai integrar chapa de Zé do Sertão; ASSISTA
Next A pedido de Temer, Marun desiste de pedir impeachment de Barroso

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Por novos filiados, DEM muda programa para ser partido de “centro”

Alçado ao comando da Câmara com o deputado Rodrigo Maia (RJ), o DEM voltou a sonhar com a presidência da República. Nos bastidores, o antigo PFL (também já foi Arena

Notícias

PSB vai ao STF para impedir cancelamento de título sem biometria

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) entrou nesta quarta-feira (19/9) com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para impedir o cancelamento do título de eleitores que não realizaram o cadastramento

Notícias

Congresso deve votar projeto liberando crédito para pagar empréstimos

Após apelo do presidente Michel Temer aos parlamentares da base aliada, o Congresso Nacional se reúne na próxima quarta-feira (2) para votar o projeto que libera crédito para o pagamento