Apagão nas regiões Norte e Nordeste foi provocado por falha humana, diz ONS

Apagão nas regiões Norte e Nordeste foi provocado por falha humana, diz ONS

Uma falha humana está por trás do apagão no sistema elétrico que afetou o Norte e o Nordeste do país no dia 21 de março. Foi o que afirmou nesta sexta-feira (6) o diretor-geral do Operador Nacional do Sistema (ONS), Luiz Eduardo Barata. “É sempre chato admitir uma falha humana”, disse Barata, durante coletiva de imprensa convocada para explicar as causas da falha que deixou municípios de 14 estados no escuro. Segundo o ONS, a falha está relacionada a um sistema especial de proteção aplicado na Linha de Transmissão Xingu-Estreito. “Alguém programou um ajuste e esse foi um ajuste indevido”, afirmou o diretor-geral do órgão. Barata enfatizou, ainda, que o ONS não foi informado sobre esse ajuste. Em termos gerais, conforme explicou o diretor, esse ajuste funciona como um disjuntor usado para manter a segurança da linha de transmissão. A falha interrompeu o fornecimento de energia elétrica em municípios 14 estados do Norte e do Nordeste. Foram ele Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rondônia, Sergipe e Tocantins. Como o sistema nacional é interligado, as outras três regiões do país também tiveram reflexos da falha.

Compartilhe
Previous Lula será preso após missa por dona Marisa, diz Humberto Costa
Next União fará leilão extra do pré-sal em agosto

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Lutador brasileiro manda recado para Lula: “Bandido tem que estar na cadeia” ASSISTA

O cartaz do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) entre os lutadores de MMA é bem baixo. Alguns deles, como Wanderlei Silva, José Aldo, Ronaldo Jacaré, entre outros, já

Política

STF pode dar hoje desfecho a uma primeira ação da Lava Jato

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) deve chegar hoje (14) ao primeiro desfecho de uma ação penal da Lava Jato. O réu é o deputado Nelson Meurer (PP-PR),

Notícias

Salvador: Centro de Controle de Zoonoses intensifica ações de verão

Com a proximidade de festas populares e Carnaval, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) ampliará, no período de janeiro a março, uma série de atividades de prevenção e controle