Clube argentino é acusado de prostituição infantil em sua base

Clube argentino é acusado de prostituição infantil em sua base

Nesta quinta-feira (22/3) uma séria acusação sobre o Club Atlético Independiente está tomando conta das manchetes da imprensa argentina, e mundial. O clube fez uma queixa depois de saber que alguns dos garotos categoria 2001 (entre 16 e 17 anos) foram colocados em uma rede de prostituição nos últimos quatro meses. O suspeito de fazer isso é um jogador de 19 anos da própria instituição.

O esquema foi descoberto quando um dos meninos contou tudo a um dos psicólogos do clube. Fernando Berón, coordenador do juvenil do “Rojo”, apresentou a queixa na UFI (Unidade Fiscal de Investigação).

O caso foi divulgado no programa No Todo Pasa, pelo repórter Gustavo Grabia, que contou alguns dos detalhes do esquema. De acordo com a investigação jornalística, havia cinco meninos inclusos nessa rede de abuso infantil: eles cobravam dinheiro (disseram que cerca de mil pesos, aproximadamente R$ 160) para se prostituirem com homens mais velhos. Além disso, um árbitro juvenil de futebol também aparece envolvido como cliente.

Espera-se para hoje que o Independiente solte um comunicado oficial sobre o assunto. Até agora o clube não se manifestou. “Isso é muito recente e nossa ideia é que nesta quinta-feira (22), no momento em que a promotora possa nos receber, queremos conversar com ela para saber as medidas que ordena e nos colocar à sua disposição e também a infraestrutura do clube e todas as informações que ela precisar (para elucidar esse caso)”, disse o advogado do clube, Daniel Lermanos, em entrevista ao jornal Clarín.

Em princípio, os dirigentes do clube argentino não sabiam do esquema de prostituição de seus jogadores da base.

 

Compartilhe
Previous Trump limita acesso de transgêneros às Forças Armadas americanas
Next Prêmio principal da Mega-Sena pode pagar R$ 25 milhões neste sábado

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Fachin mantém prisões preventivas da Operação Registro Espúrio

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu manter presos preventivamente investigados da Operação Registro Espúrio que entraram com pedidos de liberdade. O ministro, que determinou as prisões

Esportes

ACM Neto corre 10k durante Maratona Cidade de Salvador

Dez quilômetros em 55 minutos, e ao som de Wesley Safadão na playlist. Foi esse o resultado da prova cumprida neste domingo (22) pelo prefeito ACM Neto, durante a Maratona

Cotidiano

Sérgio Moro permite que TCU use provas contra colaboradores

O juiz federal Sérgio Moro autorizou, nesta quarta-feira (3/10), que o Tribunal de Contas da União (TCU) utilize provas “mesmo contra criminosos colaboradores ou empresas lenientes para ações voltadas ao