MBL convoca manifestação em frente ao STF nesta quarta-feira

MBL convoca manifestação em frente ao STF nesta quarta-feira

O Movimento Brasil Livre (MBL), um dos protagonistas das manifestações a favor do impeachment da presidente cassada Dilma Rousseff, convocou outra manifestação na tarde desta quarta-feira em frente ao Supremo Tribunal Federal (STF). Eles pedem a manutenção da prisão após confirmação em decisão colegiada.

Nas redes sociais, o movimento denuncia o que chama de “golpe” para supostamente evitar a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que aguarda o julgamento dos recursos apresentados ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).

Havia a expectativa de que os ministros se reunissem nesta terça-feira, em encontro fechado, para discutir o assunto. No entanto, a reunião não ocorreu. O tema pode ser discutido na sessão desta quarta-feira. Uma eventual mudança no entendimento do caso – que impedisse a prisão em segunda instância – beneficiaria a defesa de Lula e de outros nove presos no âmbito da Lava Jato.

O MBL, que propaga o antipetismo nas redes sociais, já havia se concentrado nesta terça-feira na entrada da Corte. Outros movimentos, como o Vem Pra Rua, também participaram da manifestação. Nos últimos dias, os grupos divulgaram vídeos de artistas que pediam para a presidente do STF, ministra Carmen Lúcia, “resistir” à pressão e não discutir o tema. Nomes como Juliana Paes, Fafá de Belém, Dani Suzuki e Márcio Garcia aparecem nas imagens.

Compartilhe
Previous Toinho Carolino defende direito da mulher idosa em palestra
Next Salvador: Câmara concede Medalha Thomé de Souza ao empresário Gercino Coelho

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Temer pede ao STF que devolva a Janot a nova denúncia

O presidente Michel Temer quer matar na raiz a segunda denúncia do procurador-geral da República Rodrigo Janot, que a ele atribui organização criminosa e obstrução de Justiça. Em petição protocolada

Notícias

Centrão vincula apoio nas eleições de 2018 a cargos

A menos de três meses das eleições de 2018, o bloco formado por DEM, PP, Solidariedade e PRB começou a traçar a estratégia para manter influência no poder em 2019.

Notícias

Moro manda PF descobrir autor da fórmula de propina atribuída a Lula

O juiz federal Sérgio Moro mandou, nesta terça-feira, 18, a Polícia Federal fazer perícia na planilha Italiano do departamento de propinas da Odebrecht para descobrir quando e por quem foi