UE tomará ações retaliatórias se tarifas dos EUA não forem evitadas

UE tomará ações retaliatórias se tarifas dos EUA não forem evitadas

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, disse nesta segunda-feira (12/3) que prefere acabar com a disputa comercial sobre as tarifas dos Estados Unidos com conversas em vez de medidas retaliatórias. Ela reiterou, no entanto, que, caso não seja possível, a União Europeia irá considerar uma resposta à altura.

“Se essas ações unilaterais não puderem ser evitadas, então nós iremos, é claro, considerar como responder reciprocamente. Mas, por ora, colocamos ênfase nas conversas e haverá muitas oportunidades pra isso”, afirmou a chanceler.

Apresentando a nova agenda do governo em Berlim, Merkel disse que a sua gestão entrará em negociações com os EUA assim que assumir o país nesta semana.
Na última quinta-feira (8), o presidente Donald Trump assinou um decreto impondo tarifas de 25% sobre a importação de aço e de 10% sobre a de alumínio, a entrarem em vigor em 15 dias.

A UE já avisou que se o bloco não for isento das tarifas, irá colocar 2,8 bilhões de euros de impostos sobre alguns produtos americanos, desafiar a medida na Organização Mundial do Comércio (OMC) e tomar medidas para proteger as indústrias europeias.

Compartilhe
Previous MP libera R$ 190 milhões para venezuelanos refugiados no Brasil
Next Guido Mantega vira réu na Operação Zelotes

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Quem está assumindo uma nova função chega disposto a mostrar serviço, diz ACM Neto após anunciar mudanças no secretariado; assista

O prefeito ACM Neto anunciou as mudanças no secretariado na manhã desta terça-feira(19), no bairro de Valéria, durante inauguração do CRAS e apresentação do projeto Família Empreendedora. Para ACM Neto

Economia

Preço de venda dos imóveis cai 17% em três anos

O preço de venda dos imóveis residenciais prontos caiu 17%, já descontada a inflação, durante os anos de crise – entre 2014 e 2017 -, segundo o Índice FipeZap, feito

Notícias

Lava-Jato cumpre mandados nesta sexta-feira

Em nova etapa da Operação Lava-Jato, deflagrada nesta sexta-feira, 20, a Polícia Federal mira corrupção na Petrobras. Agentes cumprem 10 mandados judiciais decorrentes de investigação que tramita perante a 13ª