Rui assina ordem de serviço para construção de policlínica regional em Simões Filho

Rui assina ordem de serviço para construção de policlínica regional em Simões Filho

O governador Rui Costa iniciou a semana autorizando obras e mais investimentos na área da saúde. Em Simões Filho, na manhã desta segunda-feira (12), Rui assinou duas ordens de serviço, uma para a construção da Policlínica Regional Metro Recôncavo Norte e outra para o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS). Para a instalação da policlínica regional serão aplicados cerca de R$ 18 milhões, sendo R$ 5,5 milhões em obras e R$ 12 milhões em equipamentos.

“Hoje foi um dia de importantes anúncios para a saúde, com a autorização para a construção do CAPS e da Policlínica, unidade que também vai atender outros municípios da região e é um equipamento de valorização da atenção básica”, afirmou Rui.

Policlínica

Uma edificação que já pertencente ao Estado será readequada ao projeto da unidade de saúde. A Policlínica irá atender mais de 900 mil baianos distribuídos entre 15 municípios: Camaçari, Candeias, Conde, Dias D’ Ávila, Lauro de Freitas, Mata de São João, Pojuca, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Saubara, Simões Filho, Santo Amaro, Madre de Deus, Vera Cruz e Itaparica.

De acordo com o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, “a unidade deverá estar pronta dentro de oito meses. Aqui, teremos 18 especialidades, além de realização de exames como tomografia, ressonância, entre outros”.

A implantação de mais uma Policlínica faz parte do projeto da gestão estadual para descentralizar os serviços de saúde. Para isso, é criado um consórcio com os municípios interessados e os custos são divididos com o Governo do Estado. Entre os benefícios deste modelo estão a redução de custos operacionais com transporte de pacientes, ganho de escala na aquisição de medicamentos, além de permitir o compartilhamento de médicos e especialistas.

Caps

O Centro de Atenção Psicossocial terá atividades terapêuticas, acompanhamento clínico, atividades comunitárias, atendimento domiciliar, entre outros serviços. O investimento no Caps será superior a R$ 1,5 milhão para a obra e mais R$ 180 mil em equipamentos e mobiliários.

O serviço oferecido na unidade é de atendimento de saúde mental e foi criado para substituir as internações em hospitais psiquiátricos. O Caps irá atender pessoas de todas as faixas etárias que apresentem intenso sofrimento psíquico por conta do uso de crack, álcool e outras drogas.

Outros investimentos

Durante o evento, o governador Rui Costa também realizou a entrega de 40 ambulâncias e nove ônibus escolares para municípios da região. Na oportunidade, Rui falou sobre outros investimentos do Governo do Estado em Simões Filho. “Nos próximos dias, a Embasa vai iniciar uma obra no valor de R$ 26 milhões, para reforçar o sistema de abastecimento de água da cidade. Outra ação do Governo que vai beneficiar a população daqui é o VLT, cuja licitação será aberta em breve. O equipamento vai sair da Ilha de São João, passará pelo subúrbio de Salvador, Calçada e chegará até o Comércio”, explicou o governador, destacando ainda as obras do Hospital Metropolitano, que está sendo construído na divisa entre Lauro de Freitas e Simões Filho, com um investimento de R$ 150 milhões.

Compartilhe
Previous Major Denice Santiago recebe Comenda 2 de Julho na Assembleia Legislativa
Next Salvador registra mais de 1,8 mil infrações por estacionamento irregular em ciclovia

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Ex-governador do Amazonas está preso na Superintendência da PF em Manaus

O ex-governador do Amazonas José Melo e quatro ex-secretários de governo estão presos na Superintendência da Polícia Federal do Amazonas, em Manaus. Eles foram detidos novamente no final da tarde

Notícias

Lauro de Freitas vai à Justiça contra votação da Câmara de Salvador

A Prefeitura de Lauro de Freitas vai entrar na Justiça contra votação na Câmara de Salvador de Lei que reordena bairros de capital incorporando áreas do município da RMS. De

Notícias

Em nota, Palácio reafirma que Temer não incentivou pagamentos a Cunha

O Palácio do Planalto reafirmou, em nota oficial, que o presidente Michel Temer jamais incentivou pagamentos ilícitos ao ex-deputado Eduardo Cunha em troca de seu silêncio. A nota do Planalto