Boxeador vence luta, mas morre em seguida

Boxeador vence luta, mas morre em seguida

O boxeador Scott Westgarth sofreu um colapso e morreu na noite de sábado (24/2) após vencer uma luta na Inglaterra. O atleta, de 31 anos, foi vítima do ataque ainda no vestiário e não resistiu. Antes disso, ele havia saído vitorioso no combate contra Dec Spelman.

O empresário do rapaz, Stefy Bull, anunciou nas redes sociais que tem sofrido bastante com a perda. “Não tenho palavras. Descanse em paz e lindos pensamentos para sua família e seu time. Foram os dias mais difíceis que tive de suportar”, disse.

Durante a competição, Westgarth sofreu um knockdown, mas continuou se mantendo de pé, saindo do ringue vitorioso. Depois do triunfo, no entanto, segundo o jornal The Guardian, ele aparentava estar com dores durante uma entrevista. O boxeador possuía um cartel de oito vitórias, duas derrotas e um empate.

Dec Spelman, adversário do falecido, também se manifestou no Twitter: “Com o coração absolutamente partido e perdido. Sigo orando pela família de Scott e pelas pessoas próximas a ele. Descanse tranquilamente, meu amigo”.

Compartilhe
Previous Dodge pede ao STF que proíba Segovia de comentar inquérito sobre Temer
Next PSD poderá rever apoio a Alckmin caso Temer seja candidato à reeleição

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Câmara aprova texto base da MP que muda regras do Fies

O plenário da Câmara aprovou nesta terça-feira (31) o texto base da medida provisória que institui novas regras para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Por 255 votos a 105,

Política

Celso de Mello envia inquérito contra Tiririca para 1ª instância

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), enviou para a primeira instância um inquérito no qual o deputado ferderal Tiririca (PR-SP) é investigado pelo crime de assédio

Notícias

Temer veta artigos de reforma política sobre censura e autodoação

O presidente Michel Temer sancionou nesta sexta-feira (6/10) a reforma política aprovada pelo Congresso e vetou dois pontos da lei. Foram retirados do texto o artigo que poderia levar à