Gleisi pagava IPVA e conta de luz com dinheiro público, diz delator

Gleisi pagava IPVA e conta de luz com dinheiro público, diz delator

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) foi delatada por seu suposto operador financeiro. O advogado Marcelo Maran detalhou, em depoimento colhido pela Procuradoria-Geral da República, como o dinheiro desviado dos cofres públicos teria financiado, além das campanhas eleitorais da senadora, o conforto dela e de sua família. As informações são da revista Veja.

De acordo com Maran, pequenas despesas da atual presidente do PT e do marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, eram bancadas por uma conta-propina abastecida, na ponta, pelo dinheiro do contribuinte. Os gastos incluíam gasolina, taxas de IPVA, contas de luz, condomínio, conserto de liquidificador, brinquedos para seus filhos e alguns luxos, como motorista particular. Todas essas informações são negadas pela petista.

PF
A Polícia Federal (PF) descobriu, durante inquérito que investiga Gleisi Hoffmann, que a senadora recebeu mais de R$ 23 milhões em propinas, de acordo com a Veja.

Segundo a reportagem, a divisão da propina foi assim dividida:

  • R$ 7 milhões desviados do ministério do Planejamento
  • R$ 5 milhões da Odebrecht
  • R$ 10 milhões da JBS
  • R$ 1 milhão diretamente do Petrobras
Compartilhe
Previous Secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti se filia ao PSD
Next “Luciano Huck seria um ótimo candidato”, afirma Rodrigo Maia

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Coronel apresenta PEC que beneficia saúde e educação públicas no interior

Em tempos de queda da atividade econômica, os 417 municípios baianos poderão receber um bom alento financeiro. Presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado Angelo Coronel (PSD), apresentou à

Notícias

Meirelles diz que decisão sobre contingenciamento será tomada até sexta-feira

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse a jornalistas nesta terça-feira, 30, que a decisão sobre contingenciar ou não gastos públicos no Orçamento de 2018 será tomada até sexta-feira, 2.

Notícias

Com 13 deputados, PTN anuncia rompimento com governo Temer

Com uma bancada de 13 deputados, o PTN foi o primeiro partido da base aliada a anunciar oficialmente nesta quinta-feira, 18, o rompimento com o governo Michel Temer. Em carta