TSE libera mais R$ 888 milhões para campanhas de 2018

TSE libera mais R$ 888 milhões para campanhas de 2018

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou os partidos políticos a usarem o Fundo Partidário para bancar as campanhas de seus candidatos nestas eleições. Para este ano, o valor aprovado pelo Congresso é de R$ 888,7 milhões, dos quais R$ 780,3 milhões oriundos de dotação da União. Com a decisão do TSE, esse valor se somará ao do fundo público eleitoral de R$ 1,7 bilhão, aprovado pelo Congresso no ano passado.

O uso do Fundo Partidário nas eleições causa divergências entre os partidos. As legendas mais estruturadas queriam barrar o uso dos recursos sob o argumento de que seria desleal a competição com siglas menores, que conseguem guardar verba ao longo do ano para despejar na eleição de seus candidatos, enquanto as siglas maiores precisam investir os valores para manter o dia a dia partidário.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou os partidos políticos a usarem o Fundo Partidário para bancar as campanhas de seus candidatos nestas eleições. Para este ano, o valor aprovado pelo Congresso é de R$ 888,7 milhões, dos quais R$ 780,3 milhões oriundos de dotação da União. Com a decisão do TSE, esse valor se somará ao do fundo público eleitoral de R$ 1,7 bilhão, aprovado pelo Congresso no ano passado.

O uso do Fundo Partidário nas eleições causa divergências entre os partidos. As legendas mais estruturadas queriam barrar o uso dos recursos sob o argumento de que seria desleal a competição com siglas menores, que conseguem guardar verba ao longo do ano para despejar na eleição de seus candidatos, enquanto as siglas maiores precisam investir os valores para manter o dia a dia partidário.

Compartilhe
Previous Prouni divulga lista de aprovados nesta quarta-feira
Next Mega-Sena acumulada pode pagar R$ 71 milhões nesta quarta

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Municípios

PF identifica fraude de R$11 milhões na previdência social em Itabuna e Mascote

A Polícia Federal realiza na manhã desta quarta-feira (21) operação de combate à fraudes na Previdência Social em Mascote e Itabuna. A PF, junto com a Secretaria de Previdência do

Política

Janot desiste de concorrer a uma vaga no Conselho Superior do MPF

O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot desistiu de concorrer ao Conselho Superior do Ministério Público Federal (CSMPF). Na última semana, Janot havia comunicado aos colegas da Procuradoria-Geral da República (PGR)

Notícias

Bacelar se manifesta oficialmente contra a “Escola sem Partido”

O deputado federal Bacelar (Podemos-BA) apresentou, nesta semana, o voto em separado se manifestando contra o projeto de lei que institui a ” Escola sem Partido”. O texto substitutivo, elaborado