Tucanos aliados de Alckmin querem explicações de FHC sobre Huck

Tucanos aliados de Alckmin querem explicações de FHC sobre Huck

Aliados do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), cobraram explicações do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC) sobre suas recentes manifestações favoráveis ao apresentador Luciano Huck, cotado para disputar a eleição presidencial deste ano. O grupo chegou a cogitar a divulgação de uma nota pública condenando a postura do ex-presidente, iniciativa abortada por Alckmin. Decidiram, então, encaminhar um e-mail questionando a posição de FHC, o que foi feito na quarta-feira.

Na tarde de quinta-feira, em meio à saia justa provocada no partido, o ex-presidente telefonou para Geraldo Alckmin e reafirmou apoio à sua candidatura ao Planalto. À noite, no entanto, ele jantaria com Luciano Huck.

O governador de São Paulo pediu calma a apoiadores e concordou que uma mensagem privada menos agressiva fosse enviada a FHC. No e-mail, o líder tucano é questionado se continua apoiando Alckmin ou se prefere outro nome.
A gota-d’água foi uma entrevista de Fernando Henrique na terça-feira, na qual afirmou que uma candidatura de Huck seria boa para o Brasil, poderia “arejar” as eleições e “botar em perigo a política tradicional”.

“É bom ter gente como o Luciano porque precisa arejar, botar em perigo a política tradicional, mesmo que seja do meu partido. É preciso que ela seja desafiada por pessoas portadoras de ideias e processos políticos novos para que o próprio partido possa avançar. Está havendo sinal nessa direção” disse FHC à Jovem Pan.

Na quinta-feira, à “Folha de S.Paulo”, o ex-presidente voltou a elogiar o apresentador de televisão:
“Ele (Huck) sempre foi muito próximo ao PSDB, o estilo dele é peessedebista.”

Após a declaração ser divulgada na internet, Fernando Henrique ligou para Alckmin “para que a intriga não prosperasse”, segundo informaram auxiliares do ex-presidente.

O estilo “morde e assopra” de FHC tem causado constrangimento ao presidenciável do PSDB. A um mês de ser oficializado candidato ao Planalto as prévias estão previstas para 11 de março, Alckmin tem sua pré-campanha minada por especulações de que o apresentador poderia ser uma opção mais competitiva do que ele. Pesquisa Datafolha divulgada semana passada mostrou os dois com desempenhos parecidos. Alckmin chegou a 11% das intenções de voto, e Huck registrou 8%.

O apresentador tem negado que disputará a eleição. Advogados dele entregaram esta semana ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) documento no qual dizem que Huck não pretende se candidatar. Entretanto, as declarações de FHC e o encontro entre os dois em São Paulo reacenderam os rumores de uma candidatura do apresentador.

Correligionários do governador paulista estão indignados, mas evitam fazer comentários em público.

“Ele quer derrubar o Geraldo ou quer apenas aparecer e chamar atenção? Ninguém está entendendo o que ele está fazendo” desabafou um dos integrantes do grupo do governador.

Compartilhe
Previous Oi inicia pagamento de última parcela para credores de até R$ 50 mil
Next Limpurb disponibiliza 3 mil banheiros químicos para o Carnaval de 2018

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Cotidiano

Salvador: Prefeitura instala 1,2 mil novos abrigos de ônibus na capital baiana

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), instalou nesta semana o abrigo de ônibus de número 1.200 desta gestão. Atualmente, Salvador conta com 3.342 pontos de ônibus,

Política 0 comentários

Cabral: MPF vai investigar joalherias por participação em lavagem de dinheiro

As joalherias nas quais o ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB), sua esposa, Adriana Ancelmo, e colaboradores compraram grande quantidade de joias de alto valor serão investigadas por participação ou

Política

Maioria do STF vota para tornar Pizzolatti Jr. e Negromonte réus

O julgamento da Segunda Turma do Supremo Tribunal (STF) sobre a denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra políticos do PP foi interrompido na tarde desta terça-feira (12) depois