Orquestras ocupam espaço no Carnaval de Salvador

Orquestras ocupam espaço no Carnaval de Salvador

Uma mistura de música clássica com axé, ijexá, marchinhas e pagode encantou o Carnaval familiar do Pelourinho nesta sexta-feira (9), no Palco Multicultural, montado no Terreiro de Jesus. Segunda atração da noite, o maestro Sérgio Benutti comandou uma orquestra composta por 20 músicos e apresentou canções como “Colombina”, “Bloco do prazer” e de cantores e bandas baianas, como Ivete Sangalo, Daniela Mércury e Olodum.

“É uma proposta diferente no Carnaval, mas dá continuidade a algo que nós fazíamos muito aqui no Pelourinho, que eram as noites dançantes, com repertório tradicional e de marchinhas antigas. Proporcionar uma variação entre o clássico e o popular é algo que a gente sempre faz com a orquestra, mostrando no Pelô uma atração tradicional, mas ao mesmo tempo diversificada”, disse o maestro Sérgio Benutti.

Antes dele, o público se admirou com a apresentação da Sanbone, que passeia entre o concerto e o pagode. A apresentação inovadora surpreendeu o artista plástico Beto Carvalho, de 62 anos, que assistiu a tudo boquiaberto, ao lado da esposa e dos filhos. “Essa mistura de pagode com arranjo instrumental é sensacional, algo novo para a gente”, opinou.

A admiração do público deixou feliz o maestro Hugo San. “É muito bom poder contribuir com essa abertura de leque, mostrando novas propostas e oportunidades. Além de a gente se divertir, contribuímos com a divulgação da nossa música e cultura para um grande público dentro do carnaval”, contou.

O repertório contou com canções como “Amar, amar” e “Frevo mulher”, além de trabalhos autorais utilizando a música de concerto com o jazz e o pagode. “A gente passeia com as diversas possibilidades que os instrumentos nos permitem”, acrescentou Hugo San.

Para a vendedora Beatriz Alves, 43, presente no evento, essa foi a melhor iniciativa que a Prefeitura poderia ter tomado: “É um espaço maravilhoso para as crianças, terceira idade e para o público em geral, que prefere um Carnaval mais moderado, mais tranquilo. Todos os anos eu estou aqui”.

A sexta orquestrada segue até as 22h de hoje com a apresentação de mais três maestros: Zeca Freitas, Paulo Primo e Fred Dantas. Amanhã, o som alternativo de Roça Sound, Os My Friends, Dionorina e Mosiah toma conta do Palco Multicultural, a partir das 19h e até as 23h.

Compartilhe
Previous Márcio Victor faz homenagem a Ivete Sangalo no Carnaval de Salvador
Next Trânsito e PM fazem blitz educativa no Carnaval de Lauro de Freitas

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

“Se der um tiro a testa de Temer, pega no pescoço de Imbassahy”, diz Marcelo Nilo

Durante entrevista ao radialista Adelson Carvalho da Rádio Sociedade da Bahia, nesta quarta-feira(30), o deputado estadual Marcelo Nilo(PSL), opinou sobre pesquisa divulgava pelo Diário do Poder, que aponta brasileiros  prefere

Política

Paulo Magalhães apresenta projeto para garantir segurança do Arquivo Público de Salvador

O vereador Paulo Magalhães Jr (PV) apresentou nesta segunda-feira (17) um Projeto de Indicação na Câmara Municipal visando garantir a segurança do Patrimônio Cultural da Bahia. Conforme a proposta, o

Notícias

Mulher de 22 anos é morta a tiros por criminosos de moto dentro de lava-jato, em Ipiaú

Uma mulher, Fabrícia da Silva Martins, 22, foi morta a tiros na tarde desta terça-feira (1º), na cidade de Ipiaú. De acordo com a Polícia Militar, a vítima foi surpreendida