Terremoto de 6,4 graus derruba hotel em Taiwan

Terremoto de 6,4 graus derruba hotel em Taiwan

Um terremoto de 6,4 graus na escala Richter ocorrido a 1 quilômetro de profundidade atingiu nesta terça-feira (6/2) Hua-lien, no noroeste de Taiwan. O impacto do tremor, considerado forte em razão da proximidade com a superfície, derrubou um hotel, na cidade de mais de 100 mil habitantes.

O terremoto ocorreu às 23h50 locais (12h50 em Brasília), com epicentro a 18 quilômetros de Hua-lien. Vários edifícios e infraestruturas urbanas da cidade foram danificados. Operações de salvamento foram acionadas para resgatar mais de cem pessoas que ficaram presas em construções prejudicadas pelo tremor, entre elas, 30 hóspedes e funcionários do Hotel Tongshuai.

O Hospital Nacional de Huai-lien ficou parcialmente inclinado em razão do terremoto. Não há notícias de mortos ou feridos.

Nos últimos três dias, mais de vinte tremores diários foram registrados em Taiwan, informou o sismólogo Lee Lee Chyi-tyi, da Universidade Central taiwanesa, em meio a um ciclo sísmico que ocorre a cada cem anos. Um outro terremoto, de magnitude 6.1, atingiu a região de Huai-lien no domingo.

Nó século 20, dois terremotos de 8 na estaca Richter ocorreram em Taiwan – um em 1910, na costa de Yilan, e outro em 1920, no litoral de Hua-lien; ambos no leste da ilha. Alguns sismólogos consideram provável que, nos próximos dez anos, ocorram tremores da mesma magnitude no entorno da Falha Ryukyu, localizada a 500 quilômetros de Hua-lien.

Compartilhe
Previous Vereador comemora retorno da torcida mista no clássico BA-VI
Next Alexandre de Moraes vota favorável à prisão após recurso em segunda instância

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Em delação, Joesley diz que Mantega “intermediava” propinas ao PT

Em delação premiada, o empresário Joesley Batista relatou que o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega (Governos Lula e Dilma) era o elo entre o grupo JBS e o PT. Segundo

Notícias

Senado aprova acordo de ‘céus abertos’ entre Brasil e EUA

O Senado aprovou, nesta quarta-feira, 7, projeto que ratifica acordo de céus abertos entre Brasil e Estados Unidos, firmado em 2011 entre os ex-presidentes Dilma Rousseff (PT) e Barack Obama.

Notícias

“Toparia muito fazer acareação com cada um dos delatores da Odebrecht”, desafia Wagner; assista

“Delação no Brasil viraram um instrumento de acusação sem causa, sem prova e fruto de uma tortura psicológica que é submetida as pessoas”. “O caboclo fica preso 02 anos e