Camaçari vai ganhar espaço para crianças e adolescentes

Camaçari vai ganhar espaço para crianças e adolescentes

Através da Secretaria do Desenvolvimento Social, o prefeito Elinaldo Araújo, preocupado com a situação de vulnerabilidade que se encontram crianças e adolescentes do município, fechou uma parceria com a instituição Aldeias Infantis SOS Brasil, na sexta-feira (02/02). O objetivo é acolher através da modalidade casa lar.

“É um direito das crianças e adolescentes serem bem tratados, se isso não acontece o poder público tem que assumir a responsabilidade, e essa parceria vai promover o bem estar deles”, pontuou o prefeito Elinaldo.

Inicialmente serão 10 beneficiados sob medida protetiva, onde os pais tiveram o cuidado parental suspenso temporariamente. “O bom seria se os casos não acontecessem, mas o município não se furtou de buscar uma alternativa. O local já foi escolhido, será Jauá e vamos trabalhar para futuramente instalar mais uma casa na sede, ampliando o serviço”, destacou a secretária da pasta, Janete Ferreira.

O convênio, no valor de cerca de R$ 599 mil reais, firmado inicialmente por um ano e que será iniciado já no mês de março, vai cobrir uma equipe técnica com assistente social, coordenador, 3 mães sociais, um auxiliar administrativo e uma assistente casa lar, além do aluguel do imóvel e alimentação. “O serviço de acolhimento é uma política pública e quando ele se soma a uma instituição, com experiência de mais de 50 anos, ele agrega além de qualidade na oferta, garantia dos direitos de crianças e adolescentes”, disse o gestor do Aldeias Infantis SOS Brasil, na Bahia, Luiz Mendonça.

Antes, as vitimas eram encaminhadas para a capital por falta desse serviço no município, agora além do Conselho Tutelar, dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e Especializado de Assistência Social (CRAS), Camaçari vai contar com um local especifico para esse tipo de atendimento. Com essa parceria, o prefeito Elinaldo Araújo passa a concorrer ao titulo de Prefeito Amigo da Criança, promovido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Aldeias Infantis SOS Brasil

Uma Organização que existe desde 1949, sem fins lucrativos e que promove o desenvolvimento social em defesa da garantia dos direitos de crianças, adolescentes e jovens.O trabalho conta com o apoio financeiro de pessoas físicas, empresas e o poder público
A obra surgiu na Áustria, com o objetivo inicial de acolher crianças órfãs, vítimas da II Guerra Mundial. No Brasil, os serviços são desenvolvidos em 24 programas presentes em 12 estados brasileiros e no Distrito Federal.

Compartilhe
Previous Câmara Matense reabre trabalhos com sessão nesta terça
Next Gastos com saúde e educação caem 3,1% em 2017

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Governistas esvaziam CCJ e só oposição discursa a favor de denúncia contra Temer

Já dura mais de sete horas a sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para analisar o parecer que pede a rejeição da segunda denúncia contra o presidente Michel

Notícias

Rui entrega requalificação de vias no Centro Antigo de Salvador

Palco da primeira grande expansão da capital baiana, a área conhecida como Centro Antigo de Salvador (CAS) vem sendo contemplada com uma série de benfeitorias e requalificações feitas pelo Governo

Municípios

Jequié: Homem de 32 anos é morto a pedradas e tem dedos decepados

Um homem de 32 anos foi encontrado morto por volta do meio-dia deste domingo (5) no bairro Curral Novo, em Jequié. De acordo com as primeiras informações colhidas pelo Blog