Evangélico e governista irão a segundo turno na Costa Rica

Evangélico e governista irão a segundo turno na Costa Rica

O candidato do Partido Liberdade Nacional (PLN), Antonio Álvarez, à presidência da Costa Rica aceitou a sua derrota e cumprimentou o evangélico Fabricio Alvarado e o governista Carlos Alvarado por irem ao segundo turno.

“Parabenizo Fabricio por obter esse resultado com números tão favoráveis a ele. Também parabenizo Carlos Alvarado porque a democracia o colocou no segundo turno em vez da nossa participação política”, declarou Álvarez, que ficou em terceio lugar, com 18,8% dos votos.

Com 80,6% das urnas apuradas, Alvarado ganhou as eleições desse domingo (4) com 24,8% dos votos, seguido do jornalista Carlos Alvarado, com 21,6%, os dois longe dos 40% necessários para vencer no primeiro turno.

O segundo turno será realizado no dia 1º de abril, para que os costarriquenhos escolham o presidente que governará a partir de 8 de maio no lugar de Luis Guillermo Solís.

Um total de 3,3 milhões de eleitores foram convocados ontem às urnas para escolher o novo presidente, entre 13 candidatos, e os 57 deputados para o período 2018-2022.

Compartilhe
Previous Aliados tentam reunir Alckmin e Temer
Next PTB se reunirá para indicar nome alternativo ao de Cristiane Brasil

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

ACM Neto cumpre agenda de homenagens em Jacobina e Cruz das Almas neste final de semana

O prefeito ACM Neto (DEM) cumpre agenda de homenagens no interior nesta sexta (28) e sábado (29), com a participação de outros gestores, parlamentares e lideranças políticas. Na próxima sexta-feira,

Notícias

Pindobaçu: Roberto Carlos quer devolução de zona eleitoral e recadastramento biométrico

Atendendo à pedidos dos vereadores e da população da cidade de Pindobaçu, no norte baiano, o deputado estadual Roberto Carlos (PDT), encaminhou ao Tribunal Regional Eleitoral um ofício com duas

Mundo

Mãe de 98 anos se interna em asilo para cuidar de filho de 80 anos

“Você nunca deixa de ser mãe.” A frase da moradora do Reino Unido Ada Keating mostra o motivo de ela ter tomado um atitude generosa com o filho. Aos 98