Evangélico e governista irão a segundo turno na Costa Rica

Evangélico e governista irão a segundo turno na Costa Rica

O candidato do Partido Liberdade Nacional (PLN), Antonio Álvarez, à presidência da Costa Rica aceitou a sua derrota e cumprimentou o evangélico Fabricio Alvarado e o governista Carlos Alvarado por irem ao segundo turno.

“Parabenizo Fabricio por obter esse resultado com números tão favoráveis a ele. Também parabenizo Carlos Alvarado porque a democracia o colocou no segundo turno em vez da nossa participação política”, declarou Álvarez, que ficou em terceio lugar, com 18,8% dos votos.

Com 80,6% das urnas apuradas, Alvarado ganhou as eleições desse domingo (4) com 24,8% dos votos, seguido do jornalista Carlos Alvarado, com 21,6%, os dois longe dos 40% necessários para vencer no primeiro turno.

O segundo turno será realizado no dia 1º de abril, para que os costarriquenhos escolham o presidente que governará a partir de 8 de maio no lugar de Luis Guillermo Solís.

Um total de 3,3 milhões de eleitores foram convocados ontem às urnas para escolher o novo presidente, entre 13 candidatos, e os 57 deputados para o período 2018-2022.

Compartilhe
Previous Aliados tentam reunir Alckmin e Temer
Next PTB se reunirá para indicar nome alternativo ao de Cristiane Brasil

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

BC reduz taxa básica de juros para 9,25% ao ano

O Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu, nesta quarta-feira (26/7), por unanimidade, reduzir a taxa básica de juros, a Selic, em 1 ponto porcentual, de 10,25% para 9,25% ao ano.

Notícias

Temer indica servidora de carreira para diretoria do Banco Central

O presidente da República, Michel Temer, encaminhou ao Senado o nome de Carolina de Assis Barros, servidora de carreira do Banco Central (BC), para ocupar o cargo de diretora de

Notícias

Congresso aprova R$ 18,9 bilhões em créditos para diversas áreas

Em sessão do Congresso Nacional, que reúne deputados federais e senadores, foi aprovado um total de R$ 18,9 bilhões em projetos de créditos orçamentários para diversas áreas, principalmente segurança pública.