Após ler diário da filha, mãe descobre caso de amor dela com o pai

Após ler diário da filha, mãe descobre caso de amor dela com o pai

A vida de uma mãe da cidade de Wake County, Carolina do Norte, Estados Unidos, virou de cabeça para baixo após fazer um descoberta impactante. Certo dia, a mulher, que foi identificada, espionou o diário da filha. Em uma das páginas, Katie Pladl, 20 anos, confessava que tinha um caso com o pai, Steven Pladl, 42, e que estava grávida dele.

O caso fica ainda pior porque Katie foi dada para adoção por Steven e a mulher quando era criança. No entanto, refez contato com a família logo quando completou a maioridade e retornou à casa deles. A partir daí, começou um caso com o pai.

Ao ser confrontado pela mulher, Steven confirmou o affair e saiu de casa levando a filha grávida. Os dois se mudaram de cidade. A mulher foi para a delegacia registrar ocorrência. Meses depois, a polícia conseguiu localizar os dois e eles foram presos.

Na casa, os dois estavam com uma criança de 4 meses. Eles foram levados para a penitenciária e a Justiça determinou uma fiança de US$ 1 milhão. Apenas Steven pagou o preço e responde em liberdade. O pai responde por adultério e corrupção de menor, a filha por incesto. Os dois devem ser julgados na próxima semana.

Compartilhe
Previous Aécio pede mais prazo em inquérito que tramita no Supremo
Next Receita abre dia 8 consulta ao lote residual de restituição do Imposto de Renda

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Codecon visita feiras e supermercados durante “Operação Vatapá”

Com a chegada da Semana Santa, agentes da Diretoria de Ações de Proteção e Defesa do Consumidor (Codecon) realizaram, na manhã desta terça-feira (06), uma vistoria na Feira de São

Política

Câmara recorre ao STF contra decisão que impediu visita de deputados a Lula

Sob pressão dos petistas, a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a decisão da juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara

Política

Delação de Eduardo Cunha está à espera de Dodge

A Procuradoria-Geral da República (PGR) avisou à defesa do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) que a delação premiada do peemedebista não será firmada durante a gestão de Rodrigo Janot.