TRF4 nega mais uma vez a Lula pedido de suspeição contra Moro

TRF4 nega mais uma vez a Lula pedido de suspeição contra Moro

A 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) negou nesta quarta-feira (31), por unanimidade, mais um pedido de suspeição contra o juiz Sérgio Moro, movido pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Esse é o terceiro pedido feito pela defesa de Lula contra o juiz Sérgio Moro.

Os advogados alegaram que Moro teria perdido a imparcialidade para julgar a ação penal Nº 5021365-32.2017.4.04.7000 , no qual foi condenado pelos crimes de Lavagem de dinheiro e ocultação de bens, direitos ou valores também em segunda instância, no último dia 24.

De acordo coma defesa de Lula, Moro teria “se tornado suspeito em razão de atos praticados nos processos contra o ex-presidente.”

De acordo com o desembargador federal João Pedro Gebran Neto, relator dos recursos da Operação Lava-Jato no tribunal, as questões apresentadas e que atestariam a quebra de imparcialidade do juiz já foram exaustivamente analisadas pela 8ª Turma em outras ações semelhantes propostas pela defesa do ex-presidente.

Compartilhe
Previous Cristiane Brasil pede revogação de decisão de Cármen Lúcia que suspendeu posse
Next Temer é reprovado por 70% da população, diz pesquisa do Datafolha

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Procura-se um candidato: Líder do PR na Câmara, José Rocha admite que Bolsonaro ganha força dentro do partido

Líder do PR na Câmara, o deputado José Rocha afirmou nesta terça-feira, 26, que o partido ainda não decidiu quem vai apoiar na eleição presidencial deste ano. “Procura-se um candidato.

Notícias

Deputado Cacá Leão é designado Relator Geral do Orçamento

Em reunião realizada nesta terça-feira (16), o presidente eleito da Comissão Mista de Orçamento (CMO), o senador Dário Berger (PMDB-SC), designou o deputado federal Cacá Leão (PP/BA) para Relator Geral

Notícias

‘Não sou favorável à privatização da Petrobras, BB e Caixa’, diz Marina

A pré-candidata ao Palácio do Planalto Marina Silva (Rede) se posicionou nesta quarta-feira contra a privatização da Petrobras e dos bancos oficiais Caixa e Banco do Brasil. Em sabatina promovida