Em uma semana, Brasil registrou 83 casos de febre amarela e 28 mortes

Em uma semana, Brasil registrou 83 casos de febre amarela e 28 mortes

O Ministério da Saúde (MS) divulgou, nesta terça-feira (30), dados atualizados sobre a ocorrência da febre amarela no país. Desde o dia 23, quando foi apresentado o último balanço, foram mais 83 casos de febre amarela, sendo que 28 vieram a óbito.

Ao todo, entre os dias 1º de julho de 2017 e 30 de janeiro de 2018, foram confirmados 213 casos de febre amarela no país e 81 mortes. A pasta também detalhou que 1.080 casos suspeitos foram analisados, sendo que 432 foram descartados e 435 continuam em investigação.

A circulação do vírus da febre amarela em áreas mais amplas do que vinha sendo observado nos anos anteriores – incluindo cidades com maior concentração de pessoas – tem gerado preocupação na população e busca por vacina em postos de saúde. Por isso, o governo federal decidiu a antecipar a campanha de imunização, com doses fracionadas, no Rio de Janeiro e em São Paulo.

No entanto, o número de casos entre julho de 2016 e janeiro de 2017 foi maior que o que tem sido observado. Segundo o ministério, naquela época foram 468 casos confirmados e 147 óbitos.

Para viabilizar ações de combate à doença, a pasta se comprometeu a encaminhar aos estados R$ 54 milhões. Do total, já foram repassados R$ 15,8 milhões para São Paulo e R$ 30 milhões para Rio de Janeiro, onde na segunda-feira (29), o número de mortes pela doença chegou a nove, conforme informou a Subsecretaria de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado de Saúde.

Compartilhe
Previous Riqueza global cresceu 66% em 20 anos, diz Banco Mundial
Next Morre ator da ‘série Glee’ Mark Salling; provável causa suicídio

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

TSE registra pesquisa do Vox Populi para a CUT

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) encomendou ao instituto Vox Populi uma pesquisa de intenção de votos sobre a eleição nacional, segundo o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O

Notícias

Após pedido para preservar cabelo, Loures reaparece com cabeça raspada

O “homem da mala”, Rodrigo Rocha Loures, até que tentou preservar o cabelo após ser preso, no sábado (3/6). Mas, não conseguiu evitar as tesouras da penitenciária da Papuda, em

Cotidiano

Sebrae diz que 47% dos empreendedores não pensam em se aposentar

Uma pesquisa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) mostrou que 47% dos donos de pequenos negócios estão mais preocupados em tocar a empresa do que