Justiça nega prisão domiciliar e Paulo Maluf segue na Papuda

Justiça nega prisão domiciliar e Paulo Maluf segue na Papuda

O juiz substituto do Tribunal de Justiça do Distrito Federal Bruno Aielo Macacari negou nesta quarta-feira (17/01) o pedido de prisão domiciliar ao deputado federal e ex-prefeito de São Paulo, Paulo Maluf (PP). A decisão foi proferida após o envio à Corte de laudos do Instituto Médico Legal (IML) e do Complexo Penitenciário da Papuda sobre o estado de saúde do parlamentar.

Maluf está preso em regime fechado na cela 10 da Ala B, no Bloco 5 do Centro de Detenção Provisória (CDP) da Papuda, na chamada “Ala dos Vulneráveis”. O político foi transferido para Brasília em 22 de dezembro do ano passado, após se entregar à Polícia Federal em São Paulo.

Segundo a decisão, “é incontroverso que o sentenciado padece de doenças graves e permanentes”. Nenhuma das debilidades físicas alegadas pela defesa, contudo, são, de acordo com o magistrado, suficientes para a concessão do benefício de prisão domiciliar.

Condenação
Maluf foi condenado pela Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) a 7 anos, 9 meses e 10 dias de prisão, em regime fechado, pelo crime de lavagem de dinheiro. O político é acusado de desvios milionários em obras viárias, como o Túnel Ayrton Senna, a Avenida Água Espraiada, em São Paulo, entre 1993 e 1996, período em que foi prefeito da cidade.

 

Compartilhe
Previous Cristiane Brasil é derrotada mais uma vez pelo TRF-2
Next Comitiva Baiana conhece Programa de Agricultura Agroecológica, no RS

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

PF faz buscas em apartamento do ministro da Agricultura

A Polícia Federal (PF) cumpriu na manhã desta quinta-feira (14) um mandado de busca e apreensão no apartamento do ministro da Agricultura, Blairo Maggi, localizado em um condomínio de luxo

Notícias

Ciro Gomes vira réu em queixa-crime apresentada por João Doria

O ex-ministro da Integração Nacional (Governo Lula) e da Fazenda (Governo Itamar Franco) Ciro Gomes (PDT) virou réu, nesta quarta-feira (12/12), em queixa-crime apresentada pelo governador eleito de São Paulo,

Política 0 comentários

O Congresso Nacional tá muito ruim, tá muito retrógrado, crítica Caetano

O deputado federal Luiz Caetano criticou nesta segunda-feira(09), o congresso nacional durante inauguração do Hospital da Mulher O Congresso Nacional tá muito ruim, tá muito retrógrado. tem uma força conservadora