Justiça nega prisão domiciliar e Paulo Maluf segue na Papuda

Justiça nega prisão domiciliar e Paulo Maluf segue na Papuda

O juiz substituto do Tribunal de Justiça do Distrito Federal Bruno Aielo Macacari negou nesta quarta-feira (17/01) o pedido de prisão domiciliar ao deputado federal e ex-prefeito de São Paulo, Paulo Maluf (PP). A decisão foi proferida após o envio à Corte de laudos do Instituto Médico Legal (IML) e do Complexo Penitenciário da Papuda sobre o estado de saúde do parlamentar.

Maluf está preso em regime fechado na cela 10 da Ala B, no Bloco 5 do Centro de Detenção Provisória (CDP) da Papuda, na chamada “Ala dos Vulneráveis”. O político foi transferido para Brasília em 22 de dezembro do ano passado, após se entregar à Polícia Federal em São Paulo.

Segundo a decisão, “é incontroverso que o sentenciado padece de doenças graves e permanentes”. Nenhuma das debilidades físicas alegadas pela defesa, contudo, são, de acordo com o magistrado, suficientes para a concessão do benefício de prisão domiciliar.

Condenação
Maluf foi condenado pela Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) a 7 anos, 9 meses e 10 dias de prisão, em regime fechado, pelo crime de lavagem de dinheiro. O político é acusado de desvios milionários em obras viárias, como o Túnel Ayrton Senna, a Avenida Água Espraiada, em São Paulo, entre 1993 e 1996, período em que foi prefeito da cidade.

 

Compartilhe
Previous Cristiane Brasil é derrotada mais uma vez pelo TRF-2
Next Comitiva Baiana conhece Programa de Agricultura Agroecológica, no RS

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Temer pretende fazer pronunciamento contra segunda denúncia

Na estratégia de rebater uma eventual segunda denúncia a ser apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR), o presidente Michel Temer (PMDB-SP) pretende fazer pronunciamento político assim que a peça for

Cotidiano

Pegou mal! Governo Federal usa foto da Praia do Forte em homenagem ao aniversário de Aracaju

Uma publicação do Ministério do Turismo em homenagem ao aniversário de Aracaju, celebrado neste domingo (17), gerou polêmica nas redes sociais. Isso porque a imagem usada no post não é

Política

General Mourão desiste de substituir Bolsonaro nos debates

O PRTB desistiu de formalizar recurso junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que o candidato a vice-presidência general Hamilton Mourão substitua o companheiro de chapa Jair Bolsonaro (PSL) em